Roda da carreira

Assim como usamos a Roda da Vida para desenhar uma avaliação macro de aspectos pessoais, profissionais, relacionamento e de qualidade de vida, também temos a Roda da Carreira, onde fazemos um breve assessment sobre aspectos de carreira, trabalho e mercado.

O preenchimento é igual à Roda da Vida, sem pensar muito sobre o deveria ser ou qual a avaliação mais adequada, para cada item eu peço que seja colocado um ponto assim que se entenda do que se trata o quesito … assim evitamos dissonância cognitiva (mentir para nós mesmos).

Há vários modelos, variações de quesitos, antes de usá-lo eu sempre avalio o contexto e ajusto àqueles mais adequados caso a caso. Mas via de regra eu uso uma composição que gera as principais reflexões e oportuniza ou induz a bons planos de ação.

  1. Plano de carreira
  2. Conhecimento técnico
  3. Motivação/engajamento
  4. Desafios/superação
  5. Gestão do tempo
  6. Geração de valor/resultados
  7. Trabalho em equipe
  8. Comunicação
  9. Melhoria contínua
  10. Oportunidade de crescimento
  11. Reconhecimento
  12. Benefícios

Após o nosso auto-diagnóstico diretamente na graduação da Roda, eu sempre provoco que identifiquem aqueles quesitos que merecem ou exigem um plano de ação … neles colocamos um ou mais postits ao lado e redigimos informações adicionais e o que faremos para melhorar. Os postits são propostas de algo passível a ser feito, planejado, negociado, com os quais você vai se comprometer consigo em fazer acontecer:

Além da Roda da Carreira

No século XX era comum ouvir dizer que alguém estava 10 anos trabalhando em determinado papel em uma empresa. Na maior parte das vezes, não poderíamos dizer que por opção racional … apenas porque o tempo passou, voou e esquecemos de nos questionar porque ainda estamos lá:

Você é valorizado, recebe reconhecimento? Seu chefe lhe dá feedbacks, as pessoas envolvidas em seu trabalho tem liberdade para fazerem retrospectivas ou futurespectivas em um ambiente amigável que incentive o desenvolvimento individual e coletivo.

Você é incentivado a desenvolver novas competências? O mundo não para, ele está em permanente desenvolvimento e é importante todos se sentirem desafiados a descobrir, aprender, ver o que de bom o mundo lá fora criou e trazer para nosso dia-a-dia.

Você tem alçada para pensar, buscar e propôr melhorias? Uma cultura de melhoria contínua, em que todos tem o senso de pertencimento e acolhimento para questionar, debater, sugerir e experimentar em ciclos PDCA, Kaizen, evolutivos.

Você se sente parte de um time, na parceria, com debate de ideias? No seu dia a dia existe um senso de time, de coletivo, gerando as redes necessárias para o melhor ‘ROI’, otimizando os processos de ponta a ponta, sem silos ou feudos.

Há muitas restrições questionáveis? Fique atento se o lugar onde está impõe restrições e limitações excessivas sem justificativa, a revelia, por vontade pessoal de seus líderes em detrimento ao bom senso e bem comum … as vezes sem ganho a ninguém, apenas por capricho.

Você vê, com você ou com outros, alguma pressão desmedida, discriminação, assédio? Estamos no século XXI, situações de discriminação por raça, credo, crença, opções de cunho pessoal, cada vez mais são questionadas e até criminalizadas.

Comparado a outros em outras empresas, equivalentes ou não, você se sente estagnado? Estar em uma empresa defasada ou obsoleta em termos técnicos, em sua estrutura, em seus recursos, sem perspectivas de mudanças o empurrará para fora do mercado.

Você conta os dia para o final de semana, semanas para o salário, meses para férias? Sempre é um indicador quando acordamos sem brilho nos olhos para mais um dia de trabalho, é para ser no mínimo interessante, senão acaba por ser um martírio.

Da caverna às redes sociais

Muitas vezes a inércia não é fruto de uma opção racional, mas pela negação inconsciente, comodismo ou medo de correr riscos. Algo como o Mito da Caverna de Platão, quando não há esforço em conhecer alternativas, prospectar continuamente, desenvolver-se em outros domínios.

Muitas empresas há muito perceberam que precisam fazer algo para atrair novos e reter seus talentos, muito além de salários e demais benefícios, agora também querem ambiente de trabalho positivo, com oportunidades de crescimento, aprendizado, valorização, desafios e visibilidade.

Bom 2021!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s