Product backlog

O product backlog é uma lista de novos recursos, melhorias, correções de bugs, mudanças necessárias e outras atividades que uma equipe pode entregar para atingir os resultados esperados no Roadmap do produto. Sua principal característica é a organização baseada em valor e entregas cronológicas.

Independente da metodologia usada, o papel de Product Owner consolidou-se mesmo em empresas que não usam metodologias ágeis. Sendo o representante do cliente e responsável pelo ROI decorrente de seu desenvolvimento, ele é o real responsável por adições, mudanças e exclusões.

Ex: Obra em casa, o backlog seriam todas as coisas a fazer, tirar o piso antigo, colocar o piso novo, pintar as paredes, … O ‘pintar as paredes’, uma das últimas atividades, de início pode ser assim, mas em algum momento precisa refinar para entender melhor – pintar lavabo, pintar sala e pintar sacada.

Um artefato VIVO

O backlog é a única fonte autorizada para coisas nas quais uma equipe de produto trabalha. Logo, nada poderia ser feito que não esteja no product backlog, mas por outro lado, o fato de estar no backlog não é garantia de realização, posto que empiricamente o backlog evolui constantemente.

Representa uma opção que a equipe tem para entregar um resultado específico, mas não é um contrato ou compromisso. Assim, deve ser simples incluir, movimentar ou excluir um ítem que passou a ser considerado desnecessário nesta lista.

Podemos chamar de refinamento do backlog o ato dele ir sendo ajustado conforme o projeto ou o tempo transcorre, assim pelos aprendizados das iterações e entregas anteriores, é passível de haver constantes melhorias, o necessário, usualmente de pequeno porte.

Granularidade

É uma lista sequenciada, respeitando as definições mais recentes de valor e prioridade, por isso os itens mais acima, mais próximos de serem executados, devem ter uma granularidade menor, na forma de histórias do usuário por exemplo, enquanto os mais adiante podem ser features, épicos ou visões.

O formato de histórias, funcionalidades, épicos ou visões, por exemplo, é uma opção recomendada, não imposta, cabe ao time a escolha destes formatos e combinações quanto a granularidade e regras pertinentes as necessidades impostas para entendimento versus ritmo ou vazão.

Representações diagramáticas

Entre o ROADMAP do produto, caracterizado por ser uma visão estratégica de marcos, metas, entregáveis, … e o product backlog, é possível manter uma visão diagramática das próximas histórias a serem entregues no curto ou médio prazo. Um formato pode ser em User Story Mappings.

O roadmap e mapa de histórias próximas tem um formato visual que permite eventualmente mantê-los fisicamente ou em whiteboards, mas o product backlog por sua natureza exige uma ferramenta de gestão de escopo, posto que a lista completa pode ser muito grande.

Resultado de imagem para product backlog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s