0

TecnoTalks sobre A Jornada do Herói (Campbel)

Fiquei devendo um relato sobre o primeiro TecnoTalks de 2018, realizado em Janeiro sobre o monomito de Campbel, resultado de uma extensa pesquisa que resultou em uma das teorias mais fascinantes em relação a arte de contar histórias (storytelling).

Desde os primórdios do homem na terra, ainda na idade da pedra, se reuniam para contar histórias, um modo prodigioso para a perpetuação de sua cultura, liderança, crenças, segredos, folclore, ao redor do fogo, em salões, entre nobres, religiosos e povo.

O assunto não pode ser mais apaixonante, com palestra e exercício prático sobre o Monomito de Campbell, também conhecido como o Herói das Mil Faces ou mais ainda por A Jornada do Herói.

Para descontrair e fazer todo mundo entrar no clima levei um monte de toucas de bichos, vários de meus ítens relacionados a cosplay, que uso em treinamentos temáticos e curiosidades.

O evento foi um sucesso, com o Dreyson Queiroz do Estaleiro Liberdade fazendo a talk sobre o Monomito e a Adri Germani, Andreza Deza e outros TecnoTalkers ajudando na facilitação e mentorias durante o trabalho em grupo, com aprendizado e diversão garantida.

Os trabalhos em grupo tinham como objetivo exercitar a criação de uma história baseada no monomito de Campbel, a partir da palestra do Dreyson e de material específico distribuído para orientar o arco do personagem escolhido para ser seu herói (ou anti-herói).

O primeiro Tecnotalks de 2018 foi em 18/01 as 19:00 na sala 204 e 206 do 99A no TecnoPUC. Quería compartilhar a minha paixão pela construção de grandes histórias, quer para filmes, livros, animações, quadrinhos, todo contexto em que uma história precise ser narrada.

O primeiro e o segundo tiveram excelente parceria, com bom feedback, vamos ver se mantemos o ritmo de assuntos diversos e instigantes  \o/

0

TecnoTalks – DT na Educação

Em seis anos de TecnoTalks, mais de 60 eventos, o segundo de 2018 foi sobre Design Thinking na Educação. As lightning talks da noite foram sobre educação, pedagogia, facilitação e DT na Educação.

Iniciou com o Heryk Slawski falando sobre sua pesquisa e experimento em uma escola sob este mesmo título. Design Thinking não é uma receita para aulas melhores, é um modelo mental e técnicas baseadas em empatia, auto-conhecimento, questionamento, ideação e co-criação … para qualquer coisa, inclusive educação.

Cada lightning talk tinha o objetivo de ter diferentes percepções e vivências sobre o tema, na sequência tivemos o privilégio da presença e participação da Elizabeth SC Trindade, assessora pedagógica do setor de inclusão digital da secretaria municipal de educação.

A terceira LT da noite foi da Mayra Rodrigues de Souza, experiente instrutora e facilitadora organizacional, especialista em métodos ágeis e disseminadora dos workshops de Inception Enxuta, técnica conhecida como Direto ao Ponto do Paulo Caroli.

Jackes Heck compartilhou uma visão de aprendizado experiencial, não só em treinamentos, mas através de sua experiência como coach em workshops para alunos e professores.

O Dreyson Queiroz está hoje pareando com outros parceiros a frente do Estaleiro Liberdade, iniciativa que dissemina a vários anos em Porto Alegre conhecimento vivencial sobre inovação e empreendedorismo para a vida.

Lembro quando ouvi falar em 2012 sobre o Estaleiro, ainda com o Felipe Cabral a frente, as história sobre suas viagens e aprendizados na Life School em Londres e outros países, guru que tive o convidar e assistir palestrar em dois TecnoTalk em 2013 e 2014.

Jose Ignacio Jaeger Neto da Procergs e professor em cursos de pós no TTalks compartilhou seus estudos sobre o conceito de Educação 3.0, profissional com muita experiência em educação e a frente de iniciativas de gestão da inovação corporativa.

Maria da Gloria Tassinari Yacoub fechou as lightning talks da noite, ele foi quem propôs a realização de um evento TecnoTalks para falar de educação, que acabou gerando três horas de muitas provocações.

Após as lightning talks houve em torno de meia hora com coffee e P&R, seguidos de um trabalho em grupo encerrado com dois minutos de compartilhamento de insights e aprendizados após uma hora de debate e convergências.

0

Agenda em 2017 que ajudei a compartilhar, organizar ou participei

A seguir todos os eventos que compartilhei na página de AGENDA deste blog durante o ano de 2017.

eventos-2017

Agenda cursos oficiais AdaptWorks (escolha a cidade)
Agenda cursos oficiais Knowledge 21 (K21)

JANEIRO/2017

Somos Simples e Ponto – Planej Estrat de Mkt
Programa StartupRS – Turma 5
Technovation – programa inovação para meninas
Programa SEBRAE ALI (bolsistas)
16/01 – 12º encontro de entrega contínua
16/01 – TTalks Carreiras – As meninas da TI
17/01 – TTalks Carreiras – Networking e interação
18/01 – TTalks Carreiras – Oficina de planejamento
23/01 – Happy Hour do Agilidade.Org
27 a 29/01/17 – MESCLA (programa de imersão)
31/01/17 – 4º MeetUp Machine Learning
31/01 a 05/02/17 – Campus Party SP
23/01 a 20/02 – Inscrições Inovativa Brasil (Startups)
12/01 a 06/02 – Inscrições novo logo PHPRS
29/01 – ComicCon Jan/2017 Canoas
30/01 – Chamada Maratona Xamarin MS

FEVEREIRO/2017

Chamada para incubação no Porto Digital | Recife
08/02/17 – Ttalks / Scrum Masters
09/02/17 – Ttalks / Product Owners
10 e 11/02/17 – Rails Girls Pelotas
14/02/17 – Workshop Design Thinking / S2D
16/02/17- Por mares nunca dantes navegados
21/02/17 – 6° seminário de economia criativa | PE
22/02/17 – Do Networking ao Fechamento do Negócio
23/02/17 – Webinar Desenvolver Linux Embarcado
23/02/17 – Colaborar para conquistar
23/01 a 20/02 – Inscrições Inovativa Brasil (Startups)
24/02/17 – Palestra testes de SW e carreira
25/02/17 – NerdVal | Vila Flores

MARÇO/2017

Ação comunitária de Volta as Aulas da Amigos Anjos
01 a 03/03/17 – Seminário Desenv. Acadêmico
06 a 10/03/17 – QCon Londres
06 a 10/03/17 – SMCT – Semana da Mulher na Tecnologia
08/03/17 – Design Meeting | Expo Transamérica
09 e 10/03/17 – 4º Congresso Jovens líderanças
09 a 11/03/17 – Data Driven Brazil / Big Data
10 e 11/03/17 – Rail Girls NH
10 e 11/03/17 – Rails Girls Salvador
16/03/17 – Luiz Cláudio Parzianello / Assespro
17 e 18/03/17 – Share Talks
17 e 18/03/17 – Django Girl Porto Alegre
18/03/17 – Agile Floripa
18/03/17 – Agile Testers Conf São Paulo
22/03/17 – Coaching Criativo | Centrarte
29/03/17 – DBTalk | Agile Transformation
30/03/17 – Atlassian Open Fórum

ABRIL/2017

Ação comunitária de Páscoa da Amigos Anjos
01/04/17 – Genuíno Day (Arduíno Day)
04 e 05/04/17 – Conexão Kinghost Online 2017
06/04/17 – Organizações inovadoras precisam …
08/04/17 – Agile Testers Conf Rio de Janeiro
08/04/17 – Simpósio SoftSkills Sorocaba | SP
10 e 11/04/17 – 30° fórum da liberdade
11/04/17 – RD On The Roads | POA
11/04/17 – Webinar gratuito TDC
12 e 13/04/17 – Agile Trends SP
19 a 21/04/17 – Agile Alliance Tech Conf Boston
20/04/17 – Testes, empreendedorismo e colaboração
24 a 26/04/17 – QCon SP
26/04/17 – Workshop GUTS BDD Warriors
27/04/17 – Self-Service BI | GUBI
27 e 28/04/17 – Redes eGov | Floripa
30/04/17 – Maratona de Pitchs | Endeavor

MAIO/2017

02/05/17 – Blockchain POA meetup
03 a 06/05/17 – TDC Floripa
06/05/17 – WordCamp SENAI Porto Alegre
08 a 12/05/17 – Feira oportunidades SENAC
09 a 12/05/17 – Semana de UX e UI Design
11/05/17 – SAPS Labs Tech School
11/05/17 – MIND School | Mettup POA
12 e 13/05/17 – Conferência PHPRS
12 e 13/05/17 – 3ª Madrugada Desenhada SENAC
13/05/17 – Agile Testers Conf Brasília
13/05/17 – Laboratório Hackerativista urbano
15 a 19/05/17 – SBRC Belém
17/05/17 – 10° Fórum de TI Banrisul 
18/05/17 – Mind The Sec | RJ
19 e 20/05/17 – UXConfBr
20/05/17 – RSJUG
20/05/17 – Startup Day SEBRAE
20/05/17 – Noite no museu em POA
22/05/17 – Happy Hour Ágil
23 e 24/05/17 – Agile na gestão da informação BSB
25/05/17 – Livro Mulheres de alto impacto
27/05/17 – Google I/O 2017
27/05/17 – Workshop IoT
27/05/17 – Automação e testes funcionais | DBServer
29 a 31/05/17 – VI Semana Acadêmica IFRS/POA
30/05/17 – GUTS de Maio | SoftSkills
30 e 31/05/17 – VTEX 2017

JUNHO/2017

Ação comunitária do Agasalho da Amigos Anjos
03/06/17 – Agile Testers Conf Belo Horizonte
07/06/17 – 4º Meetup Design Thinking
08/06/17 – GUGP SAP Activate
08/06/17 – 8° meetup React POA
08 e 09/06 – Wired Festival | SP
09/06/17 – Full Stack Experience | SP
10/06/17 – 2º encontrão Convexo | TecnoPUC
10/06/17 – TEDxLaçador
06 e 07/06/17 – Agile na gestão da informação SP
08/06/17 – Assinaturas Day & SaaS | SP
08/06/17 – Agilidade em debate | SP
10/06/17 – Programação para NÃO programadores
10e 11/06/17 – Virada Empreendedora | SP
12/06/17 – Troca de Cartões | CRA-RS
12 a 16/06/17 – Social Media Week | SP
14/06/17 – Desafio segurança e IoT | GUSEG
14/06/17 – Scrum Day  SP | Scrum.org
16/06/17 – Scape Week na Chave Mestra
18/06/17 – Feira Vegana | POA
20/06/17 – Painel startups x empr tradicionais
21/06/17 – Circuito Startup | RJ
21/06/17 – GUMA Histórias do Usuário
26 a 30/06/17 – QCon New York
24/06 a 02/07 – BIG Festival 2017 (Games)
27/06/17 – Circuito Startup | SP
28/06/17 – Idéias em ação | Conexões RS

JULHO/2017

01/07/17 – UX / UI
01/07/17 – Que rei sou eu? Antropologia da liderança
03/07/17 – Data limite Startup Garagem RAIAR
05/07/17 – Machine Learning / Python e NLP
05/07/17 – UX Onboarding
06/07/17 – Steve Wozniak e Neil Patel | PUCRS
06/07/17 – Quadrinhos | Feira do Livro Canoas
06 a 08/07/17 – Scrum Gathering RIO
07/07/17 – SoCraTes Chile 2017
11/07/17 – DBTalks SP – Desafio ToolBox 360º
11/07/17 – Carreiras que inspiram
18 a 22/07/17 – TDC SP
13/07/17 – Opens Connect
14/07/17 – DBTalks POA – Desafio ToolBox 360º
14/07/17 – Desafio Toolbox GVDASA TecnoSinos
15/07/17 – O Epicentro Gramado 2017
19/07/17 – Férias na AGES – Banco Intergaláctico
22/07/17 – Agile Testers Conf Florianópolis
22 e 23/07/17 – Lowpress imersão
22/07/17 – Academia Mentes Audazes
24/07/17 – Lean Thinking | GUAN
24/07/17 – Stakeholders Meeting
25/07/17 – Ransomware
25 a 27/07/17 – Whow Festival
25/07 a 03/08 – Crie, Pire e Inspire
26/07/16 – TecnoTalks | Documentação ágil
26/07/17 – Home Office é bom para sua empresa?
26/07/17 – Desmistificando desenv SW e UX
26/07/17 – Testes de performance | GUTS
26/07/17 – Meetup Microserviços e Docker
28 e 29/07 – Transf. Digital de Negócios | SP
29 e 30/07 – Encontro Jovens Empreendedores
31/07/17 – Vídeo de divulgação Agile Trends BSB

AGOSTO/2017

Inscrições para SEBRAE Global Games 2018
Inscrições para seletiva do Art Battle BR 2017
01/08/17 – Webinar Inteligência Emocional
01/08/17 – Webinar Inteligência Emocional
02, 06, 09, 13, 16, 20 e 23 – Lab. HackerAtivista
03/08/17 – III GUGCI 2017
03/08/17 – Ecossistemas de Inovação | Astrolab
03/08/17 – Matéria soft-skills no Gerração-e
04/08/17 – Inbound Marketing
05/08/17 – DevOps Day Porto Alegre | SENAC
05 e 06/08/17 – ComicCon RS 2017
05/08/17 – DevOps Day Porto Alegre
05/08/17 – Google Launchpad | POA
07 a 11/08/17 – Agile 2017 Orlando
07 a 09/09/17 – HackTown | MG
09/08/17 – Design Thinking para RH
09/08/17 – QuartaTec SERPRO
10/08/17 – Meetup BPM | POA
10/08/17 – Evento Agosto do GUGP
10 e 11/08/17 – Superlógica Xperience
10, 11 e 12/08/17 – Gramado Summit
11/08/17 – Curso gratuito iPhone
11/08/17 – 12/08/17 – Google Launchpad | Recife
12/08/17 – Impulso Mkt – Espaço 80
12/08/17 – Zabbix Mettup Brasil | POA
15/08/17 – StartSe e ABFintech | SP
15 e 16/08/17 – Agile Trends Gov | Brasília
17/08/17 – Liderança e equipes ágeis | SEPRORS
17/08/17 – SPRINT | TransLAB POA
18/08/17 – Crimes Eletrônicos | Fecomércio SP
19/08/17 – Agile Testers Conf Porto Alegre
19/08/17 – Black Sheep Festival | POA
19 e 20/08/17 – Anime Buzz + Festival do Japão
19 a 26/08/17 – Carreira, Imagem e Oratória
20/08/17 – Feira Vegana de Agosto | POA
22/08/17 – WoW meeting #22 – UX
22/08/17 – Lean Business Analisys
23, 24 e 25/08/17 – Android Dev Conference
24/08/17 – TecnoPUC Experience
25 e 26/08/17 – Mobile Brazil Conference | SP
25 e 26/08/17 – Django Girls Novo Hamburgo
25 e 26/08/17 – BrasilJS Conf 2017 | POA
26/08/17 – Workshop Inovação e Criatividade
29/08/17 – DBTalks SP – Testes e DevOps
30/08/17 – Webinar Lean Business Analisys
31/08/17 – Innovation Pay | SP
31/08/17 – Workshop de IoT | POA
31/08/17 – Algoritmos e IA
31/08 a 02/09/17 – Expo Estudar | Florianópolis

SETEMBRO/2017

01 e 02/09/17 – DevXperience | SP
02/09/17 – Laboratório Hackerativista
02/09/17 – Future Talks
02 e 03/09/17 – UX Weekend POA
03/09/17 – 10° Torneio Empreendedor PUCRS
03/09/17 – StartupRS Health (vagas)
03/09/17 – 5° pedal nas trilhas de Sto Antônio
05/09/17 – Play Test Desafio ToolBox 360°
07/09/17 – Django Girls Caxias do Sul
07 a 10/09/17 – HackTownFest | MG
11 e 12/09/17 – Imersão Ágil | SC
11 e 12/09/17 – Virada Ágil | Agile Brazil
12/09/17 – Meetup Microserviços POA
13 a 15/09/17- Agile Brazil Belém 2017
14 a 16/09/17 – PGBR 2017 | Porto Alegre
16/09/17 – Fundamentos Game Design
16/09/17 – Agile Testers Conf | Salvador
16/09/17 – 1776 Challenge Cup 2017 | Salvador
19/09/17 – Meetup Agile Coach POA
21/09/17 – Festival Marista de Robótica
23/09/17 – NerdzGirl – Minicurso MongoDB
23 e 24/09/17 – Maratona How to ChatBot + PHP
25 e 26/09/17 – CNASI (Segurança da Inf) | SP
25 a 29/09/17 – HBR Brasil Week | SP
27 e 28/09/17 – Conexão KingHost
28/09/17 – Customer Experience Summit | SP
28 E 29/09/17 – FNESP / Ensino Superior
30/09/17 – RoadSec 2017 | POA

OUTUBRO/2017

Campanha do Dia das Crianças da Amigos Anjos
Ágiles LatinoAmericano (a confirmar)
01 a 04/10/2017 – 18º FISL
02 a 05/10/17 – FutureCom 2017 | SP
05 e 06/10/17 – FIC 2017 / Interativ & Comunic
07 e 08/10/17 – Joga Tchê Gramado
07/11/17 – Terça deboísta Tecnotalks
07 e 08/10/17 – 27º Animextreme
10/08/17 – Astrolab Session
14/10/17 – Agile Testers Conf Fortaleza
14/11/17 – Introdução a impressora 3D
15/08/17 – Lean Business Analisys
18/08/17 – Learning 3.0 | SP
18/11/17 – Workshop UX Strategy
18/11/17 – BlockChain Day
18 a 20/10/17 – RD Summit | Floripa
19 e 20/10/17 – 14º Congresso GP PMI-RS
20 e 21/11/17 – Startup Lab SEBRAE
20 e 21/10/17 – iMaster InterCon 2017 | SP
23 a 28/10/17 – Lean Kanban Brazil 2017 | SP
23 a 26/10/17 – Gartner Symposium ITxpo | SP
26 e 27/10/17 – CASE (Startup e empreend) | SP
28 e 29/10/17 – FT17 Human Centered Innovation
29/10/17 – Big Data Week | SP

NOVEMBRO/2017

PicNic Brasil (data a confirmar)
02/11/17 – Debate Laços Afetivos | Feira do Livro
07 e 08/11/17 – IT Forum Expo | SP
08 a 11/10/17 – TDC Porto Alegre
09/11/17 – Workshop Intel IA UniRitter
09 a 11/11/17 – Interaction South America | SC
10/11/17 – Startup Weekend | Caxias do Sul
11/11/17 – Scrum Setup Canvas no TDC POA
11/11/17 – Agile Testers Conf Manaus
12 e 13/09/17 – Mind The Sec | SP
13 a 17/11/17 – QCon San Francisco
13/11/17 – Security Leaders | SP
17/11/17 – Aula Aberta GP / vídeo / FACIN PUCRS
17, 18 e 19/11/17 – Startup Weekend POA | ESPM
20/11/17 – Design Transformador
20/11/17 – Startup Lab SEBRAE
21/11/17 – BPM Day Porto Alegre
21/12/17 – Tecnotalks People Analytics
22/11/17 – Vídeos na Globo.Com | POA
24/11/17 – Oficina de Retrospectiva
24 a 27/11/17 – RoadSec Black Weekend | SP
25/11/17 – Toolbox Wall na DBServer
25/11/17 – Mobile Summit Brasil 2017 | POA
27/11/17 – DD#5 Práticas e processos de design
28/11/17 – Conexão Varejo
28/11/17 – MeetUp de Produto (carreira de PO)

DEZEMBRO/2017

Ação comunitária de Natal da Amigos Anjos
SIM (semana internacional música) | SP
01 e 02/12/17 – Product Camp | SP
02/12/17 – CodePen Meetup | SP
02/12/17- Insiter Code Miner | POA
02/12/17 – II Seminário Gaúcho de TI
02 e 03/12/17 – PIXEL (Fest criatividade) | SP
04/12/17 – Hora do Código | POA
06/12/17 – Demoday Turma #6
06/12/17 – Workshop MBA GP em Neg Digitais
06 a 10/12/17 – PhP Conference | SP
07 e 08/12/17 – Lean BA no Agile Floripa
09/12/17 – Workshop Canvas Features
16/12/17 – 3° workshop de inovação

0

Um quadro estratégico e tático inter-equipes

Em uma consultoria recente os PO’s e analistas me pediram ajuda para organizar um product backlog compartilhado entre 6 equipes especialistas em suites de uma solução digital corporativa – financeiro, contábil, backoffice, etc.

Me baseei em um quadro de features por equipes do framework SAFe, onde temos cada equipe com suas features para o Train, garantindo uma visão tática por equipe x feature que dá suporte para algumas reuniões táticas e escaladas.

A necessidade era baseada em um backlog sendo priorizado por diferentes clientes e pela própria empresa para evolução e manutenção do produto. Queriamos um artefato que os ajudasse a ter uma visão clara transversal estratégica e tática para distribuição e acompanhamento.

Eu já havia ajudado a introduzir há alguns meses Scrum e Scrum of Scrums, que vinham trazendo bons resultados, mas agora os PO’s e analistas precisavam algo mais visual para o backlog nos próximos meses.

Diagramaticamente, reorganizamos os postits utilizados por eles em uma reunião recente de priorização com clientes, quando usaram um quadro de valor x esforço, com cores para 5 diferentes naturezas de ítens.

Simbolizei na imagem a principal diferenciação destacada, pois para cada time temos duas trilhas, uma para projetos (azul) e outra para sustentação (reserva técnica). O quadro visual é apenas para priorização e abstração em uma escala de tempo mensal.

O quadro ficará em um desses cavaletes com rodinhas, a granularidade dos tickets será por conveniência, coisas muito pequenas não serão representadas individualmente e o formato privilegiará selos com marcos, riscos e lembretes.

Cada postits azul representando projetos, no momento apropriado, terão sua própria inception e seu quadro de Release Plan junto ao(s) time(s) envolvidos, ficando aqui registrado apenas seus MVP’s e Releases.

O número de meses/sprints representados no quadro será um ponto de equilíbrio com foco em que o quadro facilite reuniões de estratégia com as equipes, diretoria e clientes. Também será um facilitador na mudança em curso para Agile no que diz respeito a gestão visual transversal, no plano estratégico e tático, compartilhada entre todos os envolvidos e interessados, inclusive stakeholders.

Relato GVDASA

Uma empresa de atuação nacional que vem fazendo sua transformação digital, com total apoio da alta direção, da gestão e equipes ágeis praticando Scrum, Kanban e realizando reuniões transversais seguindo Scrum of Scrums.

A mais de ano, cada equipe, desde a adoção, contando com profissionais que vem se empenhando em serem ágeis, agregar valor, evoluindo a cada ciclo, melhorando suas práticas ágeis através de experimentação x resultados.

“Já queria te dar um primeiro feedback. Recebemos um pedido de priorização de outra área, o item estava em 7º lugar no backlog, marquei um momento para discussão com os envolvidos e direção e utilizamos a técnica de comparação, ou seja o item a ser priorizado é mais importante que o 1º, 2º, 3º e assim sucessivamente. O resultado foi que todos concordaram que a priorização estava correta e deram um feedback positivo a respeito da clareza e transparência das prioridades que estão sendo trabalhadas.”

Vinicius Iager – coordenado de desenvolvimento GVDASA – Gestão educacional integrada, solução completa para a otimização dos processos acadêmicos e administrativos da sua instituição – http://gvdasa.com.br/

logotipo GVDasa

Conclusão

Não só as equipes envolvidas, mas a participação de clientes, líderes e executivos sempre é muito positivo ao se depararem com um quadro de portfólio, programa, ciclo ou Release Plan. Eles veem ali materializado seus objetivos, desejos, sonhos e expectativas.

Muito da alta pressão, “natural” em projetos de TI, é existir diferentes percepções e entendimentos relativos a prioridades e possibilidades. Ao estabelecer um quadro estratégico ou tático, toda a discussão sobre priorização (e mudanças) geram um único entendimento.

Não há regras pétrias de ticketagem (postits) ao iniciar o uso, tanto granularidade quanto diferenciação irão adaptar-se a realidade do tipo de portfólio, programa, ciclo, tecnologia, complexidade, volumes, equipes, pessoas, etc … Dê o primeiro passo, explicite e deixe que as retrospectivas se encarregarão de melhora-lo cada vez mais.

0

21/02 TecnoTalks – Aulas, ensino e aprendizagem no séc XXI

Que tal dedicar uma noite neste final de verão para discutir um pouco mais sobre educação – cursos, treinamentos, facilitações, mentorias. Queremos fazer um evento de três horas em três blocos – cases, debate e proposição – onde a partir de exemplos práticos vamos debater um 5W2H de como construí-las e, em grupos, propôr alguns formatos, modelos, programas ou sequências para diferentes matérias e conteúdos.

Todos somos mestres e alunos nessa vida, una-se a nós – https://www.facebook.com/events/1431269393648600 – se você é professor ou aluno em algo e quer debater esse tema, vem com a gente, confirma tua presença lá no evento porque a sala tem vagas limitadas.

TTalks-2102-DT na Educação

Tenho dezenas de posts sobre este tema e as provocações visuais que mais curto estão abaixo para mostrar que é um tema que vale a pena debater, pelo prisma de nós mesmos como alunos ou como facilitadores, ambos com muito a contribuir neste processo, porque afinal, não existe ensino se não houver aprendizado. É uma via de mão dupla, no século XXI é uma co-criação, exige protagonismo por igual do professor e aluno.

DT-Educação

399326_520381271319852_1518413404_n

ebbinghaus

318574_518259324865092_1276841163_n

9678_521664537858192_384149056_n

27/12/12 – Princípios ágeis e a escola construtivista
11/07/13 – A teoria do Ba – Parte 1 – Parte 2
08/06/14 – Mapas Conceituais e a aprendizagem significativa
10/06/14 – StoryTelling é uma técnica subestimada pela maioria
26/01/15 – Design Thinking na educação
13/04/15 – Piaget era agilista sem dúvida alguma
17/05/15 – Design Thinking um exemplo prático em 5 passos
21/05/15 – Porque ensinar e praticar Agile na faculdade
20/07/15 – Os pensadores do ensino e do aprendizado
09/08/15 – A aprendizagem significativa de Ausubel
20/08/15 – Aprendizagem experiencial
15/10/15 – Poiesis, a arte da criação, da construção, do ser criativo
13/01/15 – Agile em projetos de pesquisas acadêmicas
11/06/16 – Aulas e Curva de Ebbinghaus, aprender fazendo
08/12/16 – Aula FACIN GP – Aprendizado Experiencial
11/03/17 – 1ª aula de GP / somos gerentes e somos projeto
18/03/17 – 2ª aula de GP / de programas a principios
19/03/17 – O que aulas universitárias tem a ver com Agile
26/03/17 – 3ª aula de GP e Tópicos Especiais
02/04/17 – 4ª aula de GP e Tópicos Especiais
08/04/17 – 5ª aula de GP e Tópicos Especiais
20/05/17 – 6ª e 7ª aula de GP na FACIN
18/06/17 – Layout & Graffiti em salas de aula
28/06/17 – Sobre os ombros de gigantes

1. Uma lista de ferramentas sugeridos no Universia – http://noticias.universia.com.br/…/as-melhores-ferramentas-…

2. Uma lista de técnicas do livro de Doug Lemov –
https://pt.slideshare.net/…/aula-nota-10-49-tcnicas-para-se…

3. Eu tenho um post sobre grafitti, mas olha essa base – http://www.playground-inovacao.com.br/a-sala-de-aula-ideal…/

4. E esse artigo sobre Learned Pyramid – http://paulamusique.com/a-piramide-do-aprendizado/

5. Para fechar tem um vídeo gringo sobre escola – https://www.youtube.com/watch?time_continue=40&v=HX6P6P3x1Qg

0

O mindset do Design Thinking na Educação

Inicie pensando Design Thinking na educação pela sua cláusula mais pétria, a empatia, enxergando o aluno como nosso cliente, com o qual é preciso estabelecer sinergia. Inexiste ensino sem aprendizado, logo entender seu cliente é essencial, assim como em métodos ágeis, é obrigação do facilitador, mentor ou coach, encontrar a técnica mais adequada a média e a cada cliente, sua cultura, subsunçores (âncoras ou conhecimento prévio), ensino tem duas vias para retroalimentar-se e melhorar continuamente.

Novas gerações

Não acredito em gerações pela data de nascimento, não é uma maldição, todos nós evoluímos, há pessoas jovens e velhas presas ao passado, tanto quanto jovens e velhos vivendo intensamente o presente. Entretanto, estes estudos nos ajudam a entender períodos de tempo.

Geração Y (Millenials), estão a noite em aula após o dia inteiro trabalhando em empresas que buscam novos paradigmas, Agile, DT, Fábrica 4.0, organizações exponenciais e duais, em aula buscam algo que ative sua curiosidade e exercitem na prática, não só na teoria.

Geração Z, multi-threads, multimídia, uma meninada que nasceu com um iPAD nas mãos, que escolhe o assunto, o filme, o jogo, tudo é on demand, a tentativa de exigir atenção em aulas padronizadas é quase o oposto de seu mindset, crenças e valores.

318574_518259324865092_1276841163_n

Novos tempos + novos alunos = novos professores

Ano de 2018 e tem muito professor que vê o aluno como um recipiendário, alguém que deve curvar-se a sua sapiência e receber um conhecimento de forma respeitosa, reverencial e se possível inerte, sem questionar, desconstruir e reconstruir. Na maior parte das vezes, professores cavam suas trincheiras em torno de um conhecimento estático, em meio a um mundo em movimento, impondo suas regras em aulas formatadas de forma a permitir apenas que o aluno escute, aprenda e agradeça.

Quanto a fazer diferente, tem gente que ainda acredita que aulas invertidas são disruptivas, mas aulas invertidas eram inovação na década de 80 do século XX, entretanto, no ano de 2018 do século XXI é inócuo apenas inverter, é preciso interagir e envolver, é preciso se utilizar de teorias e modelos da psicologia e sociologia para entender o aluno a sua frente e co-criar com ele o formato de aula que os mantenha atentos, interessados, alertas, reiteradamente resgatando sua vontade em experimentar.

Um resgate das escolas Gregas, cada indivíduo como único

Nenhum dos conceitos por mim defendidos é novo, ao contrário, não estou propondo uma revolução ou mudança a frente, o que proponho é um resgate, uma mudança atras, inspirando-se nas escolas gregas, com mentores e aprendizes, cada qual com muito a agregar a si mesmo (maiêutica-2016), a propôr e criar (poiesis-2015), a interagir e co-criar (pensadores do ensino e do aprendizado-2015).

Alguns posts são essenciais, um sobre Design Thinking (DT na educação-2015) e outro sobre os estudos de uma pesquisadora sobre o uso dos princípios ágeis na faculdade, não como conteúdo, mas como framework-base para disciplinas e aulas (Dra Yael-2006), com menos desperdício e mais valor agregado. É essencial termos ementas, mas instanciadas por MVP passível de ser ajustado, adaptado ao perfil e características de cada turma … na prática é a troca de professores estáticos por professores mais dinâmicos e adaptativos a seu tempo e seus alunos.

ensino-aprendizagem-rede

Espaços físicos e filosóficos para geração de conhecimento

Desde 2012 escrevo sobre o universo de Piaget (construtivismo educacional-2012), tanto quanto o Conceito de Ba (Takeushi e Nonaka-2013) como meio para a criação de salas de aula em seu sentido filosófico, um ambiente gerador de experiências e conhecimento, alinhado ao aprendizado significativo (Ausubel-2015) e ao aprendizado experiencial (Kolb-2015), chegando inclusive a lembrar o Conceito de Ba em relação ao ambiente proposto pelo DT e Agile, em salas diferentes daquelas propostas há 500 anos atrás (layout e grafitti-2017).

É preciso desapegar de educação e aprendizado ligado a seriedade e reverências a sapiência secular, é para ser divertido e interessante em todos os sentidos, em 11/06/16 fiz esta provocação, afinal, até o século XX, rir na igreja, trabalho ou escola era inadequado. Finalmente, eu tento adotar em minhas aulas princípios inspirados na Curva de EbbinghausAprendizado Experiencial (exemplos: 1ª aula, 2ª aula, 3ª aula, 4ª aula, 5ª aula, 6ª/7ª aula). Cometo erros, mas muito disso dá muito certo, de um semestre para o outro mudam não só os alunos, mas suas necessidades.

Novas escolas e modelos para educadores e alunos

Como mudar o status quo de sua escola, faculdade, cursos variados? Há uma infinidade de experimentos mundo afora, um mundo cada vez mais compartilhado na web e nas redes, antes de reinventar a roda é bom saber o que está rolando mundo afora.

Na Finlândia em 2015 houve farta divulgação por aqui sobre uma experiência na escola estatal em que deixariam de ter disciplinas, posto que cada aluno precisaria ter uma visão trans-disciplinar sobre o conhecimento que teria que ajudar a organizar e aprender. Há críticas, mas o que o governo busca é um equilíbrio entre o tradicional e o novo, oferecendo conteúdo estruturado e co-criação em um ou dois ciclos anuais.

Ao falarmos da China após as conquistas de melhores alunos em matemática em competição internacional e também dos Tigres Asiáticos, há o contraste em sistemas rígidos e conteudistas, centrados em conhecimento e não em criatividade e inovação, envolvendo jovens imersos em um sistema político e cultural que valoriza competições e domínio, mas nada afeito a questionamentos e auto-organização.

Nos Estados Unidos, diferentes iniciativas baseadas em Design Thinking vem se consolidando como um meio de auto-organização, de forma que dirigentes, professores e alunos contribuam por igual na construção de novos ambientes e modelos educativos para aprendizado ativo. O site abaixo é uma versão traduzida de uma destas propostas, focada em unir as partes envolvidas em um processo criativo para esta mudança.

DT-Educação

O vale do silício atrai alunos e profissionais pelo ecossistema aberto tanto a competição quanto a coopetição e colaboração, assim como Austrália e Canadá, Irlanda e Alemanha, são regiões que se anteciparam na leitura das crianças e jovens conectados do século XXI, que buscam algo que lhes ofereça liberdade com criatividade, apoio para que construam seu próprio caminho, aprendizado, propósito e satisfação em fazer parte.

Para encerrar, uma reflexão poderosa como mola propulsora para nosso esforço e mudança: Estamos-perdendo-uma-geracao-de-talentos (2017)

 

0

Agile não é só nas empresas, é sustentabilidade 24×7

Este é um post de Carnaval, ócio criativo, tentando provocar que Agile é mais que projetos empresariais, é para tudo, devemos considerar desperdício e valor para a vida, protagonismo social, consciente, se cada um focar no seu entorno, a soma será um mundo melhor.

Muitos não fazem nada porque transferem esta responsabilidade a governos e empresários, mas se cada um fizer sua parte o resultado seria o mesmo. Tem uma versão em português do “A história das coisas”, na sequência tem 10 vídeos do SEBRAE com dicas sobre sustentabilidade.

Muita gente não faz nada, mas tudo começa em nossas casas, em consumo responsável. Água sai de nossas torneiras, mas é usada nas cadeias de produção, então ser e exigir um mínimo de consciência é uma obrigação de qualquer pessoa consciente.

No Brasil todos já sabem a que a falta dessa economia e racionalidade nos leva, o sistema Cantareiras em SP cobra o preço de falta de consciência do governo e população, cada um olhando para seu umbigo … a cada ano a falta de água impõe até racionamento.

Tanto quanto a água, a eficiência energética é fundamental, de nada adianta reclamar do governo se o que temos desperdiça grande parte do que é gerado e distribuido, na maior parte das vezes por motivos inócuos, mesquinhos, egoístas.

Não só nossas casas, mas nossos condomínios, nossas empresas, é possível com pouco investimento racionalizar o uso de forma consciente, não gastando o que não faz sentido gastar, gastando menos, de forma mais inteligente.

Neste quesito a Alemanha é pioneira no incentivo, inclusive fiscal, por uma sociedade mais consciente e sustentável. A legislação alemã incentiva habitações verdes, consumo responsável, indústria 4.0, otimização do consumo energético e muito mais.

O gerenciamento de resíduos sólidos (seco e reciclável) e redução de resíduos orgânicos é peça-chave para a nossa sobrevivência, a sociedade gera milhões de toneladas de lixo a cada dia, em sua maioria acumulará para contaminação do solo, água e ar.

Você é parte desta equação, a cada compra ou consumo com falta de consciência ecológica, responsável, falta uma percepção real de urgência no tocante a “nossa parte”. É fácil responsabilizar o governo e as indústrias, mas se houvesse consumo responsável, a oferta também seria.

Bom Carnaval pra vocês, seja consciente, seja exemplo, porque via de regra é tão somente um show de desperdícios, excessos e inconsequências em troca de algo que é possível conquistar com 0,5% do que se gera de lixo e desperdícios de recursos de todos os tipos.

😦