BA DAY – Turno da Tarde

Se voce não leu o post sobre o turno da manhã, sugiro fazê-lo antes de ler o turno da tarde [clique aqui], o almoço foi no prédio 40, no Panorama.

14:00 – Suzandeise Thomé, consultora da Interdual, com a palestra “Fazer Análise de Negócios somente dentro da TI é tarde demais!”. Uma abordagem interessante em que temos uma analise de negócios micro e outra macro.

Citou como pressuposto que temos sempre um demandante e um fornecedor, mas há uma questão histórica onde existe uma grande falta de alinhamento de expectativas entre o fornecedor (TI) e o demandante (cliente) – “Golfinho e ser humano, dois seres inteligentes, mas que não falam a mesma lingua”, uma forma divertida para ilustrar uma comunicação ineficiente.

Ela escreveu o livro “TI para Negócios 2: Como aumentar o retorno do seu investimento em tecnologia e gerar lucro“, com provocações em que aponta a necessidade de um novo paradigma em que o cliente assuma a sua real responsabilidade e a inutilidade de tentar repassar ela toda a TI como é feito.

  • A responsabilidade é do demandante
  • Ele é que deve explicar a necessidade
  • Ele deve exigir “agilidade” da TI
  • Não esperar receber análise gratuita durante a etapa de proposta
  • Deve montar um business case
  • Deve ter em sua equipe o analista de negócios
  • O valor da AN é o resultado final atingido com sucesso

Mais que isto, entrando no mérito da questão, é tarefa deste analista de negócio conhecer e escrever as regras do negócio, descrever os requisitos e gerenciar os seus projetos, assim como montar os seus business cases. Pode chamar ou não o profissional que o faz de analista de negócios, mas a responsabilidade é sua.

Traduziu “Start At The End, with SMART requirements” de Willen Dijkgraaf.

A seguir um vídeo da Suzandeise Thomé, para quem não foi conhecê-la:

14:40 – Rodolfo Canonico e Thais Dalcin, consultores de gestão do Grupo RBS, apresentaram o case “Análise de Negócios na Consultoria de Gestão do Grupo RBS”. O case apresentado é do grupo de consultores montado pelo VP de Gestão e Pessoas Deli Matsuo para atender os diferentes veículos e empresas do grupo, fórmula de sucesso que ele trouxe do Google.

Os dez consultores que compõe o time, utilizam-se de análise de negócios e técnicas ágeis para apurar o entendimento e coach junto aos gestores e suas equipes, a cada projeto, usando todo tipo de conceitos e habilidades:

  • Lean StartUp
  • Teste de hipóteses
  • Pilotos
  • Linguagem Ubiqua
  • Prototipação
  • Business Cases
  • Análise de risco
  • Análise de viabilidade

Aproveito para incrementar o link da palestra proferida pela Thais junto com o Parzianello no Agile Brasil e no GUMA Agile Day – Implantando a Cultura Ágil em Larga Escala no Grupo RBS

15:20 as 16:00 houve um debate interativo dos palestrantes com o público.

16:30 – Sergio Schaumloeffel, do PGQP – Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade, palestrou “Entendendo a Busca da Excelência em Gestão” que citou uma boa frase: “O futuro tem um péssimo hábito, ele chega de repente!”, querendo dizer que devemos sempre estarmos aprendendo e preparados.

Eu posso dizer que fiquei impressionado com as proporções do PGQP, a convergência com muito do que falamos sobre boas práticas ágeis e da absoluto domínio e desenvoltura demonstrados pelo Sergio, que era da Stihl e que atualmente atua como consultor. Nota 10!

  • 10 Mil organizações com termo de adesão
  • 15 Mil agentes multiplicadores
  • 1,3 Mil pessoas envolvidas
  • +600 organizações premiadas
  • 100 entidades na liderança
  • 300 Mil pessoas capacitadas

As empresas vivem em um ecossistema, sob um contexto econômico, social, tecnológico e ambiental, sob o estigma da incerteza, onde recomenda-se buscar apoio em alguns principios:

  • Horizonte de aprendizado contínuo
  • Organizações são sistemas vivos
  • Redes dinãmicas e abertas
  • Qualidade das relações
  • Sustentabilidade
  • Ecossistema
  • Excelência

17:10 – Luiz C. Parzianello, presidente do IIBA Chapter Porto Alegre, palestrou sobre a análise de negócios na melhoria contínua e gestão das mudanças organizacionais, sobre a percepção sobre a inter-relação entre as diferentes áreas de conhecimento da Análise de Negócios.

Palestra brilhante sobre o que é, sobre o presente e o futuro da análise de negócios, com links diretos para as demais palestras do dia, encerrando com um debate geral sobre o tema.

A seguir alguns links de palestras e o blog do Parzianello:

17:50 as 18:30 houve um debate interativo dos palestrantes com o público.

18:30-19:00 Encerramento

Um comentário sobre “BA DAY – Turno da Tarde

  1. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s