Relato das primeiras sete aulas remotas de GP no semestre 2020/2

Após 7 aulas, vou prosseguir compartilhando diferentes técnicas e interações, em ferramentas a base é o Zoom e o máximo que o Miro pode me dar, adicionalmente usei o Mentimeter e Kahoot, agregando via Moodle o compartilhamento de vários vídeos, artigos e áudios (podcasts).

Andragogia, importante haver propósito, o valor e mindset por trás do conhecimento – estratégia, tática e áreas de planejamento em projetos. O mais importante não são as ferramentas ou as técnicas, isso vai variar conforme a empresa, mas o quanto e o porquê são valiosos para cada um de nós.

Iniciar cada aula com um resumo dos principais pontos da anterior (curva de Ebbinghaus), assim amplificamos a retenção, durante a aula manter um equilíbrio e variedade de novos conhecimentos, trabalho em grupos e debates, ao final um quadro de feedbacks/retrospectiva para melhoria.

Após a aula, gravação via Zoom de uma narração do pdf e informações sobre a aula, a vantagem de usar o Zoom, além da facilidade, é que ele gera arquivos de áudio tipo podcast (M4A) e vídeo (MP4), ambos disponibilizados no bloco do dia/aula no Moodle, que oferece bem mais links e extras.

O semestre esta dividido em três partes, uma conceitual, história, organizacional, aspiracional quanto as oportunidades que ela encerra, uma segunda parte sobre PMI e PMBOK e a última sobre metodologia e boas práticas Ágeis, especialmente com Scrum, Kanban e agilidade em escala.

No início da pandemia, em 2020/1, as aulas remotas, adaptação de conteúdo, uso de ferramentas e o desafio de chavear de um formato a outro nos pegou desprevenidos e despreparados. Este semestre as aulas desde o início voltaram aos eixos, não é o mesmo que presencial, mas estamos preparados.

AULA 1. Iniciar nos conhecendo, gerando vínculo e empatia, discutir expectativas e fazer um pacto, o que queremos e não queremos de parte a parte, de que forma este conteúdo pode ser útil em 360° na vida, carreira, profissão, só então o conteúdo – um exercício demonstrando que há grande diferença ao planejarmos sem ou com uma abordagem metodológica, que uma vez internalizada, nos torna menos afeito a não usar lições aprendidas a nosso favor. Um planejamento casual com 7 postits de informações úteis triplica em insights e antecipação se abordarmos seguindo boas práticas.

Obs1: O pacto e os primeiros feedbacks foram muito importantes para estabelecermos alguns alinhamentos sobre as técnicas e ferramentas mais desejadas e metodologias disponíveis que as entreguem com qualidade. Cada aula é um sprint, iniciamos alinhando e terminamos avaliando.

AULA 2. É fundamental demonstrar o quanto a matéria pode ser útil na prática, onde o gerenciamento de projeto é aplicável em nossa vida, essa é a pedra fundamental das duas primeiras aulas, seu valor individualmente, em família, sociedade, no trabalho, voluntariado, etc. A segunda aula eu foco sempre no planejamento de carreira, usando a oda da carreira para assessment de equilíbrio, o business model you para estratégia, uma visão de plano de carreira e o Odyssey do Burnett e Evans.

AULA 3. A terceira aula entra em conceitos fundamentais sobre organizações, estrutura, tomada de decisão, governança corporativa, TI e projetos. Antes um overview do gerenciamento de projetos na história humana, da idade da pedra aos dias de hoje. A seguir, duas rodadas, a turma dividida em três grupos, cada grupo estuda um tema e depois apresenta aos demais, estabelecendo um debate onde eu contribuo com exemplos práticos reais. Durante cada debate, todos anotam o seu entendimento e onde o conhecimento pode lhe ser ou teria sido útil, compartilhando vivências, opinião, críticas e fatos.

AULA 4. A partir daqui iniciamos uma jornada que nos pautará durante as próximas 5 aulas, quando detalharemos cada uma das 10 áreas de conhecimento e planejamento do PMBOK. O primeiro passo é cada um explicitar os seus projetos pessoais e na empresa em 2020. A esquerda pessoais, como reformas, viagem, aquisição do primeiro carro, … a direita o profissional, projetos de software, infra, … Logo em seguida, um debate que inicia caótico e vamos alinhando e convergindo no entendimento através das experiências sobre o porque do valor de termos técnicas e conhecimento sobre cada uma das 10 áreas tomando como referências os seus próprios projetos.

Obs1: No Moodle, seleciono vídeos, áudios e artigos de forma bem variada, propositalmente os principais autores e canais de conteúdo sobre o tema, vários canais oficiais de ferramentas, mas temos ali a Harvard Business Review, o Mauro Sotille, Mário Trentin, Fábio Cruz, José Vinhais, Ricardo Vargas, Frederico Aranha, Robson Camargo, Andriele Ribeiro, também o site escritório de projetos e o blog da qualidade, … é uma forma de incentivar que sigam estes canais pela sua qualidade e referência em GP.

AULA 5. ÁREA DE CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO DE INTEGRAÇÃO, a sequencia que veremos as 10 áreas tem também um propósito, iniciamos por integração, mas mais que isso … discutimos a integração enquanto fato desde a criação do projeto, o kickoff, o termo de abertura, a importância da clareza sobre como lidaremos com cada uma das áreas (acredito muito nisso), materializando ou não em um plano de gerenciamento de projetos, um plano de gestão de mudanças, lições aprendidas e o inevitável fechamento ou encerramento do projeto, sem pontas soltas, com sucesso.

Obs1: Para exercitarmos os conhecimentos, técnicas e principalmente o mindset de cada uma das 10 áreas a medida que as estudemos, foram escolhidos dois projetos para dois grupos – organização de um churrasco de confraternização quando a pandemia acabar e a reforma de um quarto para home office, com características de automação e ergonomia.

Obs2: Ao final de cada área, cada um escreve uma frase com sua interpretação sobre ela, e na aula seguinte, resgatamos as frase, oferecendo a todos 5 minutos para ler todas e votar na melhor. Na sequência debatemos o porque da escolha e se vale melhorá-la ainda mais. Uma técnica divertida de fixação, lembrando também Ebbinghaus e focados em relembrar e retenção.

AULA 6. ÁREA DE CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO DE STAKEHOLDERS E COMUNICAÇÃO … logo após uma dinâmica de quiz com o Kahoot, fomos para as áreas de partes interessadas e comunicação, a sequência é realista, integração (abertura), quem são os nosso stakeholders e qual a comunicação prevista, muito fortemente atrelada a metodologia, reuniões ou cadências, artefatos, boards e documentos … fato! Em cada área foi realizado um exercício nos grupos para apresentação dos stakeholders do churrasco e da reforma, bem como o plano de comunicação.

Obs1: Nesta aula apliquei um Kahoot e por sugestão dos alunos, coloquei como premiação os Cookies da Meu Cantinho, iniciativa de duas alunas PUCRS com produtos sem glúten ou lactose \o/ Os três primeiros colocados ganharam cookies. Foi muito divertido!

Obs2: Continuamos ao final de cada área a proposta de uma frase que a resuma, posteriormente debatidas, escolhidas a melhor e se preciso melhoradas. Esta dinâmica gerou um pico de interesse e participação como fechamento de cada conteúdo … por enquanto não tem perspectiva de premiação para a melhor frase, só o sentimento bom de tê-la proposto 🙂

AULA 7. ÁREA DE CONHECIMENTO E PLANEJAMENTO DE RISCOS E QUALIDADE, uma aula bem pegada no início, pois o resgate das frases propostas das áreas da aula anterior geraram boa interação e aparentemente contribuirão para um melhor entendimento. Depois disso visitamos as áreas de risco e qualidade, algumas de suas abordagens e os principais autores. Me entusiasmei nos debates iniciais e quando vimos já era 22:38, a noite voou e não conseguimos fechar as frases, que ficaram para serem construídas na próxima aula … nem o feedback rolou.

Tenho tido problemas nas votações dentro do Miro, mas em compensação agora ele permite que o autor oculte frames e alguns de seus elementos, isso permite que tenhamos uma maior antecipação na construção das próximas aulas … isso é muito bom, menos correria. O que ocultamos, ao contrário do lock, só o autor pode tornar visível, enquanto o lock qualquer um pode mexer.

Eu gosto muito da versão do Moodle da PUCRS, uma excelente ferramenta para gerenciamento de aulas e para organizar conteúdos, links variados, material.

  • Os PDF com a matéria, material didático criado por mim eu subo no próprio Moodle;
  • Os vídeos (MP4) com a narrativa da aula subo no Youtube, não listado, e compartilho o link;
  • Os áudios em M4A, gravados via Zoom, subo no Google Drive e compartilho o link;
  • Cada link a mais são canais, sites e blogs da própria comunidade, seus maiores nomes.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s