PMI, o gigante não acordou agora não, estava fazendo o dever de casa

Nunca fui afiliado ao PMI, mas sempre tive admiração pela instituição e por inúmeros profissionais que eram e são afiliados. A história de sua fundação e a construção gradual do PMBOK fez com que esta sigla tornasse-se conhecida em literalmente todo o mundo. Seus chapters, voluntários e/ou profissionais certificados fizeram a diferença em países, continentes, na ONU e em todas as grandes empresas, públicas e privadas, mundo afora.

Um guia usado por engenheiros e gerentes de projetos no mundo inteiro – engenharia civil, mecânica, elétrica, aeronáutica, aeroespacial e na gestão de todo e qualquer projeto mundo afora, desde uma casinha de cachorro a um arranha-céu, um novo boeing e tantos outros. Por isso comemorei o lançamento da Ed 6 com um guia de boas práticas ágeis. Um ano depois entraria em cena Scott Ambler.

Quem me acompanha, já leu vários post compartilhando estudos e pesquisas dele e da Ambisoft. Ele é a mente por trás do framework ágil adquirido pelo PMI, tornando-se Vice-Presidente e Cientista Chefe do Disciplined Agile. Mais um capítulo antológico na história deste instituto, que avança, não pela opinião de uma cabeça, mas a partir de colegiados e comitês representativos formados por profissionais de referência de todo o mundo, inclusive muitos brasileiros.

Sou professor universitário, é meu papel ter estas informações, uma visão longitudinal e não apenas um snapshot acidental. Estou de olhos atentos ao mercado e seus movimentos, torcendo para prosseguirmos no caminho que habilita um milhão de PMP’s e uma centena de milhões de GP’s mundo afora a absorverem princípios e técnicas ágeis, experimentando, aprendendo, contando com uma estrutura incrível para retroalimentar este sistema e disseminar lições aprendidas.

Quanto a muitos não estarem “prontos”, nós também não estávamos quando iniciamos, hoje com um pouco mais de experiência, mas ainda com muito pela frente, tivemos que experimentar e cometemos muitos erros, ainda cometeremos. Quem se incomoda com esta fantástica oportunidade tem o mesmo mindset que outros tinham na época da reserva de mercado, tão somente não querem ninguém mexendo no seu queijo ágil …

Quem ganha são os clientes, as empresas e profissionais … simples assim!

Se quer saber um pouco sobre os últimos e próximos passos deste gigante, recomendo uma leitura ou overview neste artigo – https://agiletimes.news/2021/01/o-gigante-acordou-a-reinvencao-do-pmi-na-era-digital/ Ele fala da trajetória do PMI,até aqui, a incorporação do Disciplined Agile a seu portfólio, a manutenção do Scott Ambler a frente desta iniciativa e quais serão os próximos passos.

https://uvagpclass.wordpress.com/2018/06/11/a-evolucao-do-gerenciamento-de-projetos-no-brasil-e-no-mundo/
https://www.pmi.org/annual-report-2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s