Um dia chegaremos a Pós-Agilidade

Galera, o ser humano sempre se acha, pensando que o que ele sabe “hoje” é o suprasumo do conhecimento, da tecnologia, do equipamento, etc … mas o que vale é que dali a pouco vem outro cientista, psicologo, maluco ou gênio e muda tudo sem pedir licença, e é assim mesmo que tem que ser     \o/

Caracas, tivemos o modernismo, quem é que chama um movimento de “modernismo”, é o cumulo da pretenção, coisa de macho-alfa mesmo, como se nunca e jamais fosse haver algo mais moderno que o tal “modernismo”, mas é lógico que venho o pós-modernismo e, ainda depois dele, mais outros tantos.

mundo quadrado ou redondo

Ao voltar à academia, iniciando meu mestrado, em meio a muuuita leitura de clássicos e teorias contemporâneas, me pego cada vez mais divagando sobre rótulos, é no mínimo ingenuidade concordar ou discordar de um rótulo, tipo assim “a Administração Científica foi um erro”, “PMI é burocrático”, “CMMI é uma jogada comercial”, “Agilistas é a solução para todas as empresas”, …

Ao fazê-lo, sua defesa se restringe a rezar para que o seu interlocutor também não saiba quase nada sobre o que voces estão falando, pois se souber, ele irá fritar seus argumentos em óleo, pois acredito que qualquer escola que tenha se estabelecido no mercado deva ter diversos pontos que nos façam refletir e  serão substrato útil para crescimento e melhorias.

porco-alfa

Por exemplo, na grade abaixo temos algumas das principais escolas da administração desde a revolução industrial e NADA podemos dizer de qualquer uma delas a não ser que pretendamos investir na leitura e debates de dezenas ou centenas de páginas, caso contrário, estamos analisando uma simples abstração e qualquer conclusão tem 99% de chances de ser equivocada, parcial:

escola-conceito

Eu falo e escrevo muito sobre agilidade, mesmo assim, sei que temos muito o que experimentar, errar, entender e aprender, o modelo recomenda isso, mas fico fulo quando me aparecem agilistas mais agilistas que os outros falando um monte de teoriquês, tinta escrita em livros, achando que é tudo ou nada …

Adoção também tem que ser em baby-steps, em ciclos iterativo-incrementais, estudando muito, mindset adaptativo, abertos ao debate, visando o equilíbrio do ecossistema, lembrando a Teoria das restrições, buscando o elo mais fraco e investindo nele, tentando ter um mínimo de acoplamento entre o entendimento, discurso e prática. Se estamos avançando, vamos em frente, um passo por vez!

Tchê, temos muito caminho em frente, muitos paradoxos a serem quebrados, retórica a ser desmascarada e pressupostos a serem validados, mas isso só será possível se nos debruçando sobre os livros, artigos, grandes pensadores, escolas e filósofos, afinal, ninguém derruba bons e embasados argumentos.

Um comentário sobre “Um dia chegaremos a Pós-Agilidade

  1. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s