Jogo dos esquis, chinelão ou atravessando o rio waingunga

Este é um dos jogos que mais uso em palestras para passar conceitos de auto-organização, valorizando o entendimento claro do que são sistemas puxados, sistemas empurrados, cadência, objetivos, sinergia e Service Thinking.

Um jogo mundialmente conhecido, utilizado em escolas, colônias, escoteiros e treinamento de times e lideranças, com grande potencial para sinapses e insights, para debater responsabilidades, metas, papéis, compromisso e muito mais.

chinelao-p

  • Divida as equipes de acordo com o número de esquis;
  • Peça para prender os pés no esqui esquerdo e direito;
  • O objetivo pode ser apenas andar ou fazer um trajeto;
  • Se houver um só par, pode se marcar o tempo por time;
  • Se houver dois pares, já pode rolar uma corrida.

Se eles não combinarem a estratégia, demora mais para funcionar, sem espírito de equipe, eles vão se acusar e perder tempo. Se você pedir para o primeiro ir mais rápido que os outros, ele vai cair, se você pedir para o último ir mais devagar, eles empacam ou o último vai cair … cada uma destas situações, fortuitas ou forçadas, são momentos de reflexão sobre valor e desperdício.

Uso muito esse exercício durante palestras para grandes plateias. Tenho algumas prediletas para cada tópico relativo aos princípios ágeis. Para discutir sobre o que são sistemas puxados, chamo cinco voluntários e realizo esta demonstração em estágios. Afinal, qual a responsabilidade de cada um frente ao resultado coletivo.

  • Sem combinação prévia não funciona;
  • Combinações são mais eficazes com exemplos;
  • Há uma curva de aprendizado, inicia mais difícil;
  • Se um participante não se empenhar, não funciona;
  • Se alguém quiser ser o super-herói, não funciona;
  • Se alguém tem problemas, é preciso ajudar.

PRINCÍPIOS: Sistemas puxados, cadência, auto-organização e liderança. Atenção ao desperdício: não basta apenas fazer, é preciso ser eficaz, com pouco desperdício e foco em valor.

DICA: Na web tem opções de esqui em tecido à venda, alguns são chamados de “chinelão”, a mecânica é um pouco diferente. Os meus são de madeira, eu mesmo fiz com coleiras de couro para fixação dos pés pregadas por baixo.

Um comentário sobre “Jogo dos esquis, chinelão ou atravessando o rio waingunga

  1. Pingback: Livro JOGOS 360º já está disponível | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s