Empreendedorismo Nutella ou raiz

Hoje a noite, dia 21/11/18, estarei em Caxias do Sul para bater um papo, provocar e botar a mão na massa com uma galera de empresas de todos os portes para discutir inovação e empreendedorismo por um viés bem prático em velocidade Warp 10 …

Vamos nessa! Vai ter provocações e mapeamento de auto-conhecimento, vai ter exercício de Conecte-me entre os participantes, depois vai rolar Desafio Toolbox e uma provocação de um Toolbox Wall … compartilhando o conceito de Toolbox by DBserver.

O empreendedorismo de palco é um canto das sereias, uma arapuca se não houver discernimento para aproveitar o pouco que é aproveitável em meio a tantos eventos e glamour … que é um grande negócio para alguns. É preciso entender que tem muita gente que ganha muito dinheiro e visibilidade, que transformou o empreendedorismo de palco um grande negócio (para eles). É preciso usar com parcimônia, porque no meio de algumas coisas boas, muitas repetitivas, muita PNL e técnicas de marketing baseadas em frases de efeito comuns em livros de auto-ajuda de rodoviária.

O empreendedorismo raiz é conhecido, tipo ratinhos de laboratório, aquela galera que curte mais a adrenalina de construir a solução que o mercado. Já conheci muitas startups e pessoas que passam meses, anos trabalhando em algo que acaba sendo tecnicamente ótimo e comercialmente desinteressante. Quando escutam um não, deduzem que é porque ainda falta fazer mais e mais para ficar tão bom que aí vai rolar. Me lembra o Pink & o Cérebro, dentro de uma jaulinha no laboratório da ACME achando que na próxima tentativa vão conquistar o mundo.

Os dois – Nutella e Raiz – lêem e fazem cursos, workshops e eventos sobre os quatro passos para a Epifania, a startup enxuta, diferentes livros de Design Thinking e Design Sprint, participam de Startups Dojos, mas um e outro ficam na superfície, na casca, mais no show ou na tecnologia, enquanto o único caminho é buscar o equilíbrio com muita antecipação e validação. As vezes já temos tudo o que precisamos, mas o vício no palco nos leva a revisitar conceitos que já sabemos para Ahá cíclicos, dejavús redundantes, sem nunca colocá-los realmente em prática.

Já fui Agile Coach de uma aceleradora e meu papel era toda sexta-feira pela manhã me reunir rapidamente com a galera de cada startup, fechar mais um PDCL, para começar outro. Cada startup estava em um momento, alguns ainda ideando-modelando-validando, outros desenvolvendo MVP’s e validando, outros pivotando algo que o mercado apontava para outro segmento/personas, negando hipóteses, revendo tecnologia, aproximando parcerias, … a cada semana era um fio terra, obrigando a todos sairem de fluxo e se darem conta que “Tempus Fugit” … e não volta.

Na parede uma série de provocações, com certeza é de conhecimento da maioria ou de todos, com nossa propositiva Toolbox by DBServer contendo mais que boas práticas e técnicas, mas também 10 disciplinas essênciais – Pessoas, Equipes, Lideranças, Conexões/GC, Estratégia, Modelagem, Validação, Planejamento, Engenharia e Desafios. Como sempre, não sou de mandar dizer, será uma noite intensa e muito provocativa, normalmente incômoda, porque a ideia sempre é botar o dedo na moleira, fazer o papel de desfibrilador, Nutella ou Raiz.

Depois compartilho mais informações e o material, ok …  \o/

Cada um com suas opiniões (julgamento pessoal; parecer, pensamento), mas está na hora da meninada saber que startup se constrói com prática, com PDCL semanal, com evolução diária baseada em baby steps, MVT (Mínimo Viável Tudo) – produto, tecnologia, processo, eventos, etc. É preciso conhecer Lean Startup, mas mais importante é praticar. É preciso ser ágil, agilizando hipóteses, validações, pivots, tudo em equilíbrio, porque não tem receita de bolo, então é preciso aprender rápido de todas as formas possíveis …

1/3 – Provocações, reflexões e auto-conhecimento (preparatório para um exercício de iniciativa entre diferentes participantes ~ balcão);

1/3 – Fontes e fundamentos essenciais, um exercício de apresentação e balcão, com propostas de iniciativas entre  os integrantes (Conecte.me);

1/3 – Usaremos o jogo Desafio Toolbox 360° para selecionar algumas técnicas para os próximos passos para validar UMA das iniciativas.

mapa empreendedorismo nutella e raiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s