Um case prático de uso do Miro em aula (1ª aula do semestre)

A seguir compartilho a sequência da preparação do primeiro Miro do semestre (1), a ocultação para liberação gradual (2) conforme evolução da aula e resultado final já editado e pronto para geração do vídeo com relato da aula para alunos ausentes. GP, sexta-feiras, 19h15 às 20h45, mais 21h às 22h30.

A ideia é termos a cada 30 minutos, 15 de teoria e 15 de práticas, considerando que na primeira aula há uma apresentação da ementa, programação, composição de notas e recomendação bibliográfica e combinações, mais apresentações e mapa sobre como tornar nossas aulas remotas o melhor possível.

O post é conceitual e sobre a operacionalização, sem detalhes maiores, porque nele tenho nomes e abordagens próprias e tenho o compromisso com todos alunos, clientes e LGPD de não compartilhar dados pessoais ou detalhes, imagens, pensamentos ou opiniões.

Primeira metade – 1h30

1. Neste caso, preparei na esquerda superior um frame para apresentações, onde cada um usaria recursos variados para um pitch sobre si mesmo, sem roteiro, usando imagens e iconfinder, texto, postit, comentários, … e um frame com um mapa de infos demográficas (curso, tamanho empresa, papel, tecnologia, futuro);

2. Logo abaixo, um frame com dicas, pontos fortes esperados e pontos fracos indesejados no professor e nos alunos para que o semestre seja o mais produtivo possível. A combinação preliminar é que a cada aula teremos momentos de feedback e retrospectiva, resgatando e melhorando sempre que possível;

Segunda metade – 1h30

3. O primeiro exercício foi individual, onde cada um escolheu um projeto listado no frame da direita superior e elencou um plano para ele com postits contendo os principais passos (construir um aquário, comprar um carro, adquirir um SW, férias em SC, plano para o TCC, ter um filho, escrever um livro, etc);

4. O segundo exercício foi em grupo, iniciam escolhendo um dos seus projetos do primeiro exercício, acima, o objetivo é discutir o valor do debate, da multi-disciplinaridade, para uma visão mais ampla e completa do projeto, ou seja, a diferença do plano de um especialista e do time planejando;

5. A demonstração do valor no uso de paradigmas metodológicos, como por exemplo uma reflexão sobre as dez áreas do PMBOK e o quanto ao seguirmos algumas boas práticas o plano tem agregado várias informações relevantes que passaram desapercebidas nos exercícios anteriores que não seguiram um método.

Visibilidade dos frames do Miro

Ao construir e modelar o Miro, eu oculto com retângulos brancos os passos adiante, de forma que eu vou liberando a medida que a aula vai avançando. O objetivo é manter o foco no exercício atual … passo-a-passo, isso evita dispersão e a queima de etapas do processo idealizado, que é evolutivo.

Miro é infinito e evolutivo

Após a aula, eu edito e formato para que o registro fique o mais preciso e completo possível, posto que faço um vídeo com a narração da aula para dispôr dele junto a data no Moodle. Assim ,excluo alguns elementos que não foram usados e incluo as principais e mais significativas telas do ppt.

Teremos 50% das aulas trabalhando conteúdo do PMBOK, seus cinco grupos de processos e 10 áreas de conhecimento e planejamento, os outros 50% dedicamos à metodologias ágeis, princípio e valores, kanban, scrum e escala. Navegaremos por dezenas de boas práticas, área a área, passo a passo.

Lembre-se que a cada aula incluirei um novo bloco, apenas abro um novo Miro na início do PMBOK e no início do Agile, senão começa a ficar muito pesado e inevitavelmente apresenta alguns problemas, então serão 4 Miros – Conceituação inicial, PMBOK, Agile e exercícios práticos Scrum e Kanban.

O último frame, na direita inferior, já quando estamos encerrando a aula é o feedback, sem debate, registro que eu vou ler, refletir e buscar melhorar para as próximas. A primeira aula sempre é um pouco mais aberta, evito conteúdo, mas foco em paradigmas e provocações, sem certo e errado.

A cada turma, temos uma ou duas aulas para alinhamentos conforme perfil, fruto natural de grupos humanos diversos, cada semestre temos algumas tendências e predileções, comunicação e especialmente alguns formadores de opinião, que dão o tom ao grupo … a sociologia e psicologia confirmam que é assim  🙂

Espero ter sido útil e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s