Paiol de dinâmicas – Parte 1

Não posso explicar detalhadamente cada dinâmica, pois a galera não pode saber como funciona, mas me coloco a disposição para quem queira mais detalhes, passarei individualmente, se colocar tudo aqui perde a graça    🙂

Só um aviso, não se desmotive com as reclamações sobre o vento, o sol, o ruído dos pássaros, o calor e o frio, isto tudo é o clamor inconsciente pela segurança de uma sala de reuniões, pela previsibilidade e zona de conforto do cotidiano, do “não se expor”, do “deixa assim”, no fundo a maioria das pessoas não querem mudar nada, preferimos seguir adiante do que “discutir a relação”, acreditamos que as coisas se resolverão “naturalmente”.

As dinâmicas abaixo são transposições de jogos escoteiros, trazendo do escotismo a crença de que em ambientes ao ar livre, sob uma árvore, sob Sol, com vento, nos induz a baixar as defesas, a se libertar, ao contrário das salas de reuniões onde seu cérebro entra no modo “piloto automático” … experimente !

Balões e tarefas – Dinâmica simples – ambiente fechado – prioridade, valor, desperdício, ausências, colaboração, planejamento, retrospectiva. Precisa pouco espaço e um pé direito normal de +/- 2,60 Mts, com um raio sem cadeiras ou mesas de apenas 2 Mts ou menos. Explicita a necessidade de comunicação e auto-conhcimento no dia-a-dia de uma equipe – já apliquei com bons resultados em 3 ou 4 retrospectivas;

Valores e Crenças pioneiras – Dinâmica simples – ambientes fechados ou parcialmente abertos (sem vento) – valores, crenças, transparência, realismo, cotidiano, principalmente o inter-pessoal. Precisa pouco espaço, um raio sem cadeiras ou mesas de apenas 1,5 Mts. Oportuniza que se reflita e debata sobre os valores reais que existem em seu cotidiano, em uma escala de 1 a 5. – já apliquei para pioneiros, também com bons resultados em retrospectivas e treinamentos;

Alcatéia – Dinâmica simples – ambientes fechados ou abertos – valores, crenças, transparência, realismo, cotidiano, principalmente o inter-pessoal. Precisa pouco espaço, um raio sem cadeiras ou mesas de apenas 1,5 Mts. Mostra de forma lúdica que é necessário parar e refletir, reorganizar-se constantemente, que a entropia é inevitável, mas é preciso e possível revertê-la em sinergia. Parte de um círculo (de mãos dadas) e apesar de misturarmos todos, termina igual. – já apliquei para escoteiros, uma retrospectivas e um treinamento;

Atravessando o rio Waigunga – Exige equipamento (é só me pedir que eu empresto) – ambiente aberto – colaboração, auto-conhecimento, cadência,  sistemas puxados e empurrados, teoria das restrições, coletivo e individualismo – dinâmica divertida, para mover-se e competir é preciso que todos integrantes dos times sincronizem seus movimentos e entendam o coletivo. – já apliquei muitas vezes com bons resultados no ecotismo e em um treinamento;

Imagem e ação – Dinâmica simples – ambiente fechado – comunicação. Um circulo sob uma árvore, um gazebo, uma área de descompressão ou uma sala de reuniões … Mostra de forma lúdica que comunicação é o caminho mais curto – verbal, visual, motora, sensorial, … em termos ágeis, o que é o ciclo de discovery como pré-requisito colaborativo para o início do ciclo de Delivery. – já apliquei várias vezes no escotismo, mas a Cintia assistiu uma variação legal no AB 2011;

A Marcha do Hathy – Exige uma guia de madeira, pedras, em projeção onde todos os integrantes devem perfilar-se e executar movimentos planejados – ambiente aberto ou fechado, prefiro os abertos – sistemas puxados e empurrados, teoria das restrições, auto-conhecimento, cadência, coletivo e individualismo, colaboração. Dinâmica que exige contato físico e muita disposição para divertir-se, o aprendizado é muito relevante sempre. – já apliquei com bons resultados em 4 ou 5 retrospectivas e treinamentos;

Leilão de valores (Pioneiros) – Fichas de valores e “moedas” para os lances – Dividi-dos em equipes, de forma que cada equipe ganhe um X (50 moedas de ouro), para que discutam quais os valores mais lhe fariam a diferença e que eles fariam lances e porque. Ao iniciar, a dinâmica é como em um leilão, mostra-se qual o valor oferecido e cada equipe faz seus lances … é muito divertido e as justificativas e polêmica gerada são muito interessantes. – jogo típico do ramo Pioneiro, já apliquei com bons resultados em uma retrospectiva;

Aldeia dos homens – Dinâmica simples – ambiente fechado ou aberto – comunicação e auto-conhecimento. Um circulo entre os integrantes, o 1º abre se apresentando (apelido, hobby, o que ninguém sabe dele, vida profissional em 30 seg, o que jamais faria novamente e o que não deixaria passar novamente) … É uma forma legal da galera se conhecer e o usual é ser uma surpresa até mesmo para quem esta falando, pois nunca paramos para pensar sobre isto. Cada um que falar joga uma bola para o próximo, até chegar no último. – já apliquei com bons resultados em 2 ou 3 retrospectivas;

Aldeia dos homens (2ª parte) – Pressupondo que o acima descrito foi a primeira dinâmica do dia, mas invés da bola, quem falou vai até o seu escolhido e cola uma etiqueta adesiva nele, com um número sequencial (1,2,3,…) ou com o seu nome. Ao final da restrospectiva, volta-se a formar o círculo e o primeiro volta a começar, indo até o segundo e escrevendo em sua etiqueta duas palavras … 1º um ponto forte daquela pessoa e 2º a sugestão de um ponto a investir, a melhorar … seguindo a mesma ordem até o último escrever no primeiro. – já apliquei com bons resultados em 2 ou 3 retrospectivas;

Passe 2 – Exige 2 bolas pequenas (ou grandes) – ambiente aberto ou fechado – colaboração, cadência,  sistemas puxados e empurrados, teoria das restrições, coletivo e individualismo – proponha 3 sprints de 3 minutos, em que precisamos de 1 ou 2 equipes com número ímpar de integrantes. É só fazer um círculo e iniciar com uma bolinha sendo passada em sentido horário, sempre pulando um. Dê um minuto para se planejarem e estimarem quantos passes sem erros (não pode cair) conseguirão dar em 2 minutos, execute 2 ou 3 iterações e faça uma análise da postura, da comunicação, etc. Se estiver fácil, inclua mais uma bola. – participei desta dinâmica em um workshop do NJSF da RBS;

Quadrante Mágico – Dinâmica simples – ambientes fechados ou parcialmente abertos (sem vento) – valores, crenças, transparência, realismo e cotidiano. Precisa pouco espaço, uma folha grande dividida na horizontal e na vertical, formando 4 quadrantes, a escala horizontal é de 0 a 100% de crença, enquanto a escala vertical é de 0 a 100% de realização. A partir daí, divida em sub-grupos e apresente imagens e texto um-a-um com os princípios ágeis, para que a galera cole um postit com a sua cor e Nº do princípio. Uso mais em em treinamentos.

Robinson Crusoé – Dinâmica simples – ambientes fechados ou abertos – valores, crenças, transparência, realismo e cotidiano. Em círculo, entrega-se uma ficha a cada participante, para que individualmente escreva aquele que considera ser a maior dificuldade que enfrenta. Cada um ao escrever coloca a ficha dentro de um recipiente no centro do círculo, a seguir, aleatoriamente, cada um pega um papel (devolvendo se for o seu), o lê e reflete sobre o problema e como faria para resolvê-lo. Enfim, um por vez, lê a ficha que retirou e qual seria sua solução proposta, abrindo-se de um a tres minutos para debate. – já apliquei com bons resultados para lobinhos e em um treinamento;

Comando Controle – Necessita de um espaço livre de 2 Mts de diâmetro – ambiente fechado ou aberto – Essa é do Giovane Bassi durante o curso de Scrum que fizemos com ele – Fiz algumas alterações, ampliando suas possibilidades para uma evolução desde o modelo gerencial com um gerente e vários integrantes, passando por 1:1, auto-organização, planning e retrospectiva. – já apliquei em dezenas de treinamentos e overviews sobre métodos ágeis;

Gestão do Tempo – ambientes fechados ou abertos – Distribuir a todos folhas com espaço e grade para análise individual do tempo … Oferecer 5 minutos para cada um tentar dividir percentualmente seus tempos, mais e menos produtivos, o que de fato agrega valor ou não, descompressão e desperdício. Após os 5 minutos, peça para que cada um apresente sua percepção e proporcione um breve debate. É instigante como algumas perguntas colocam em cheque a visão romantica da ocupação de nosso tempo. Inicie com uma folha de flipchart contendo 6 ou 8 circulos e cada um pode ir preenchendo-os. – já apliquei com bons resultados em 3 ou 4 treinamentos;

Mais dinâmicas e oportunidades em https://jorgekotickaudy.wordpress.com/2012/10/02/paiol-de-dinamicas-parte-2/

3 comentários sobre “Paiol de dinâmicas – Parte 1

  1. Vendo as dinmicas e as fotos, lembrei do meu tempo de escoteiro/snior …

    Abrao,

    Enviado via iPhone Maurcio Machado da Rosa MSc Eng Bio Aero UG Computer Science

    Em 30/09/2012, s 18:31, Jorge Kotick Audy escreveu:

    WordPress.com Jorge Kotick Audy publicou: “No posso explicar detalhadamente cada dinmica, pois a galera no pode saber como funciona, mas me coloco a disposio para quem queira mais detalhes, passarei individualmente, se colocar tudo aqui perde a graa 🙂 S um aviso, no se des”

  2. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

  3. Pingback: Regras gerais sobre Team Building Games | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s