Sustentabilidade ou morte, lenta e dolorosa

Sustentabilidade é o termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações, termo relacionado ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro.
gandhi

A seguir alguns exemplos do nível de insanidade coletiva que atingimos, cada um de nós, independente da ideologia e valores, estamos contribuindo, fazemos parte de uma sociedade industrial que nos viciou e gerou abstrações fictícias de status e “opulência” baseados no volume de desperdício que geramos.

Nós ainda temos frutas, mas consumimos refrigerantes sintéticos, ainda temos verduras, mas compramos enlatados e congelados com conservantes, temos saúde mas andamos de carro, as populações engordam e adoecem com frituras, sal e açucares sintéticos, e quem vai pagar por tudo isto somos todos nós:

Água

São em torno de 200 litros médios por pessoa a cada dia, bebido, usados e desperdiçados, pesquisas nos nivelam em consumo pouco acima dos europeus e pouco abaixo dos americanos, água correndo ao escovar os dentes, tomar banhos relaxantes e demorados, além disto, por não haver separação, lavamos o carro, regamos o jardim, tudo com água potável, tratada e saudável, o que tornará o tratamento cada vez mais caro e o desperdício virará carência.

Eletricidade

Temos pelo menos 5 (cinco) equipamentos em “stand by” por casa, um ou mais relógios, TV’s, microondas, modem, computador, alarme,  desperdiçando eletricidade, abusando do ar condicionado, ventiladores, aquecedores, para fritar, torrar, panificar, espremer, aquecer. Isto tudo exige usinas com sérios impactos ecológicos, milhares de kilometros inundados para fazerem produzir mais hidroelétricas, reduzindo florestas e alterando o clima insanamente.

Alimentação

Enormes áreas agrícolas, transgênicos e pesticidas com alta produtividade, para que ao final hajam toneladas de desperdício, gestos inocentes e ao mesmo tempo criminosos contra a vida, excesso de arroz para não faltar, verduras e frutas que se estragam, lacteos, porções diárias em cada casa, dezenas de kilos a cada prédio, centenas a cada quadra, toneladas a cada bairro, sem explicação, por simples olho grande, inconsequencia, falta de educação e de humanidade.

Lixo

Toneladas de papel e plástico a cada dia, exemplo que vale para tudo, uma boneca Barbie tem várias camadas de papel, paisagem de fundo, grampos fixadores, plástico transparente, suporte, tudo isto apenas para cobrar um pouco mais pela grife. Ao final de qualquer festa, caixas e sacolas cheias de papel e plástico fúteis e inúteis, a média de lixo por pessoa é de 1 (um) kg por pessoa a cada dia. Em 90% das casas não há separação, vai tudo para a “Avenida Brasil”.

Deslocamento

É só olhar a hora do “rush” e a conclusão é simples, 90% dos veículos só tem UMA pessoa dentro, trânsito caótico, incentivo a produção de automóveis, transporte coletivo estupidamente ineficiente, ausência de trens e mínimo aproveitamento de transporte pluvial e marítmo, afinal é demorado! Milhões de litros de petróleo refinado queimados a cada hora, doenças alérgicas e respiratórias desde a infãncia, aquecimento global, fuligem e nuvens ácidas.

Reciclagem

Somos ignorântes, incentivados por uma indústria interessada em faturar, a reciclagem custa caro e quanto menos acontecer melhor, mais se vende e fatura, one way. Por exemplo, cada garrafa PET “reciclada” em artesanato, tira a embalagem de um novo ciclo de reuso e gera algo que irá um dia para o LIXO sem condições de ser reciclado. Outro exemplo é uma simples escova de dentes, o que gasta são as cerdas (30%), mas vai para o lixo com o cabo (70%).

mahatma

Conclusões

Ações de sustentabilidade INDIVIDUAIS, mas em larga escala, seriam exemplo e garantiriam a manutenção do planeta nas condições suportáveis em que vivemos hoje, não garantindo todas, mas boa parte das formas de vida, inclusive a humana. Garantiria os recursos naturais necessários para as próximas gerações, possibilitando a manutenção de um mínimo de recursos naturais e garantindo a nossa qualidade de vida para as futuras gerações.

O que estamos deixando de legado para nossos filhos e netos ? Carência de água potável, ar poluído, terra contaminada, talvez já não possamos mudar tudo isto, mas se cada um fizer sua parte e esforçar-se em ser minimamente sustentável e conscientizar as crianças de hoje, talvez elas tenham alguma chance no amanhã. Não adianta deixar milhares ou milhões de Reais a nossos filhos e netos, eles gastarão tudo para poder beber um pouco de água e sobreviver mais um dia.

Falta um pouco de espírito escoteiro no coração de cada ser humano!

escotismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s