Miyazaki tem tudo a ver com minhas crenças

A cada tanto, curto compartilhar algo legal em culinária, ações sociais, fundos de cena sobre paixões que tem tudo a ver com minhas crenças e valores ágeis, dentre elas curto cultura japonesa. Não por acaso minhas principais referências são Takeushi, Nonaka, Taiichi Ohno, entre outros, como o mestre Miyazaki.

Hayao Miyazaki (宮崎 駿?) nasceu em Tóquio no dia 05 de Janeiro de 1941, bem no meio da segunda guerra mundial, um japonês que viria a se tornar uma lenda viva no mundo dos desenhos animados no mundo todo.

Pedra-fundamental dos estúdios Ghibli, o mítico estúdio de animação que ajudou a criar e projetar seus longas como a melhor e maior produtora de animações do Oriente, uma paixão nerd, com status cult para quem curte cultura japonesa.

Um longa que eu adoro e tornou-se um marco chama-se Nausicaä do Vale dos Ventos, uma história que acabou desenvolvida em anime. Foi este filme que lhe rendeu os recursos necessários para a criação dos estúdios Ghibli ao lado de seu antigo colega Isao Takahaka.

Um artista a frente de seu tempo, empenhou-se desde seu primeiro longa a criar e compartilhar personagens positivos, histórias humanas, construtivas, ricas em significados, sempre com meninas e mulheres independentes e fortes.

No final do século XX uma parceria dos estúdios Ghibli com a Disney trouxe seus longas para o alcance do mundo ocidental, colocando sua grande máquina de distribuição e promoção a serviço de animações que não poderiam ficar restritas ao mercado japonês e alternativo … para deleite de quem curte animações.

Atualmente ele dedica-se a criar sucessores, com a saúde fragilizada pelos seus quase oitenta anos de vida, preocupa-se em preparar e deixar uma nova geração de ilustradores para o futuro dos estúdios Ghibli.

15896348_1026362204159643_2166652445086540017_o

A filmografia em português está em site.studioghibli.com.br/filmografia
ghibli-br

O site do Museu Ghibli está em www.ghibli-museum.jp/en
museu-ghibli

O finsite oficial do estúdio está em www.onlineghibli.com
ghibli-online

Eu assisti a vários deles, todos os que consegui acesso e são obras de arte, nunca se repetem, jamais são óbvios, sempre com múltiplas mensagens, sempre sustentáveis, pró-ecológicos, sempre uma luta do bem e do mal. As crianças gostam, mas com certeza absoluta só conseguem ficar na superfície, adultos conseguem captar a animação e seus personagem em toda sua profundidade.

1984 – Nausicaä do Vale do Vento
1988 – Meu Vizinho Totoro
1989 – O Serviço de Entregas de Kiki
1994 – Pom Poko
1997 – Princesa Mononoke
2001 – A Viagem de Chihiro
2004 – O Castelo Animado
2006 – Contos de Terramar
2008 – Ponyo
2010 – O Mundo dos Pequeninos
2013 – Vidas ao Vento
2013 – O Conto da Princesa Kaguya

2 comentários sobre “Miyazaki tem tudo a ver com minhas crenças

  1. Eu amo e$es filmes também, os que consegui assistir. Sou louco pela cultura japonesa, a ponto de importar coisas como cartuchos de MSX otiginais e assistir Dragon Ball inteiro no original, gravado por amigo meu da TV, no Japão. Zanshin! 😉

    • Amigo na TV japonesa? Caraca, não é para qualquer um, é um pais singular, de contrastes, em permanente ebulição … deve ser um grande desafio mixar tradição e contemporaneidade 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s