Tem o 5W2H, Managing Dojo, Learning 3.0, mas não esqueçam do A3 Report

É fundamental ter diferentes técnicas que orientem e organizem discussões para resolução de problemas, aproveitamento de oportunidades, desafios de inovação e superação. Eu chamo de Toolbox 360º, lancei um livro e um jogo de tabuleiro com este objetivo, provocar profissionais a refletirem sobre o mix de técnicas que domina e lança mão conforme necessidade.

Tenha e amplie sua toolbox permanentemente, lembre-se da alegoria da caverna de Platão e do ditado popular, porque para alguém que só conhece o martelo, todo problema parecerá um prego:

O uso de técnicas de gestão visual, mapas mentais, 5w2h, managing dojo, learning 3.0, entre outras, conta também com a dinâmica Lean conhecida como A3 Report. Trata-se do instanciamento dos princípios básicos do Lean – fracionar, descentralizar, antecipar mais valor, alta performance, eliminar desperdícios, aprender e melhorar continuamente, ver o todo, …

PDCA – Estabelecido um desafio, o tema da discussão, direcionamos a discussão a resultados, iniciando pelo entendimento, efeitos e causas, alternativas e plano de ação, como monitorar sua evolução e resultados, de forma iterativo-incremental, aprendendo e melhorando a cada ciclo.

Plan – Qual o desafio e sua relevância, valor; histórico, se algo já foi feito e se há contingenciamento; se possível incluindo algo explícito e visual como dados diagramáticos, números; com exercício de análise causal, 5W2H, CSD, Ishikawa ou Pareto;

Do – Frente as causas e efeitos analisados, qual o plano de ação, contando com aquelas informações necessárias para entendimento mínimo ne planejamento, como tempo, recursos e responsável, qual o resultado esperado a cada passo e final;

Chek – Quais as métricas e indicadores a serem utilizados para monitoramento e controle, com que frequência serão medidos, preferencialmente de forma auto-organizada pelo próprio time; favorecendo percepção de riscos e correções de rumo;

Act ou Learn – Aproximando participantes e stakeholders, com comunicação explícita e assertiva frente a objetivos de valor, com gestão do conhecimento (tácito-explícito) e conversão em aprendizado e correções para um novo ciclo de sucesso;

Ao procurar na internet por A3 report, explicitamente recebemos centenas de páginas sobre o uso desta técnica e assemelhadas, não só no contexto Lean fabril, mas até mesmo em referências ágeis como na Scrum Inc em um exercício sobre a não entrega de valor por sprint:

Uma página me chamou a atenção, com múltiplos exemplos e boa didática, impossível ler este post do Edson Miranda da Silva e não entender a técnica em sua plenitude – https://qualityway.wordpress.com/2017/05/04/a3-passo-a-passo-com-exemplos-reais-por-edson-miranda-da-silva/

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s