Alegoria Startup – Escalando o Everest

A alegoria é uma liberdade poética, porque montanhismo ou escaladas não se faz sozinho, é preciso parceria, interação e adaptação. Validações de hipóteses representam aumentar a probabilidade de sair vivo com uma ótima história para contar. A cada iteração, acampamento ou etapa, é preciso verificar e debater dados, checar equipamentos, rever os planos, …

É uma alegoria, sua função é ilustrar aspectos macro, não é para ser a mesma coisa, se fosse não seria uma alegoria, mas sim um exemplo. A montanha representa um desafio, os acampamentos algumas etapas que tem seu propósito e podem agregar muito valor, a mochila as costas são conhecimentos, habilidades, competências, técnicas e boas práticas.

Pode surgir uma nevasca, um vento mais ou menos forte, há perigos, então ter um plano e conhecer o necessário a montanha, seus acampamentos até o topo e saber o que temos em nossa mochila e saber usar ou ter junto quem saiba é muito bom. Mas mesmo assim, frente a uma nevasca, vento ou avalanche, é preciso adaptar o plano para seguir adiante.

Outra coisa, não se executa uma escalada de dentro da sala de casa, é preciso colocar o pé na estrada. Mais que isso, não se planeja e executa a risca, é preciso sempre estar aberto a adaptação, contingência, aprender com as pessoa que cruzam seu caminho, duvidar e validar tudo permanentemente, a escalada só termina no cume, até lá é empirismo e superação.

São 8 acampamentos a partir do campo-base, que simboliza cada passo do desenvolvimento de uma solução inovadora, mas isso só vai acontecer se você tiver uma mochila com as ferramentas e equipamentos necessários, é na mochila que teremos o Design Thinking, Agile Thinking, Business Models, UX, Growth Hacking, Go to Market, …

Como já disse, você não realiza uma aventura destas sozinho, você precisa de parceiros, networking, porque tudo fica mais fácil se puder fazê-lo com pessoas que tem objetivos em comum, participar de um grupo de discussão com pessoas que já fizeram, interagir com o ecossistema que gira entorno de escaladas, montanhismo, …

Voltando à mochila, cada um terá a sua, um conjunto de conhecimentos e habilidades, mas também ferramentas e equipamento necessário, em especial, sua capacidade cognitiva e adaptativa. Parte da carga estará distribuída por igual, mas alguns terão habilidades e equipamentos especiais, únicos, que devem ser conhecidos e aproveitados.

A minha proposta do Toolbox 360° vem exatamente neste sentido, ter uma boa toolbox, uma mochila bem equipada, com aquilo que nos é útil é uma arte, cada Kg (conhecimento) a mais ou a menos pode ajudar ou atrapalhar. Veja bem, não é uma corrida em quantidade de ferramentas, é preciso conhecer o time e então aportar aquilo que falta.

Ilustrando eventuais mochilas, compartilho algumas no menu do meu blog, cada uma delas focada em diferentes escaladas. Cada qual com uma gama de informações e aprendizados com que nos deparamos e estão a nossa disposição:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s