Perigo, crianças na Web

Pornografia, satanismo, alcoolismo, drogas, pedofilia, estes são alguns perigos expostos à crianças e jovens na Internet, grande parte da responsabilidade de garantir a segurança é da família, que deve ensinar aos pequenos como tirar proveito da web mas sabendo quais são os riscos neste meio e como evitá-los.

O acesso a internet cada vez mais cedo coloca crianças curiosas e sem maldade, ainda com pouca blindagem social, a merce de milhões de sites nocivos, com os desocupados e pervertidos que existem mundo afora, mas que agora estão todos a um clique do computador ou smartphone, acessíveis a crianças pequenas.

Um ponto de atenção, de nada adianta ter boas práticas em casa e a criança passar boa parte da semana ou final de semana com os avós ou nos tios com os primos e lá não haver proteção alguma, a família tem que se unir e exigir que a escolinha ou escola possua bons softwares e políticas.

http://new.netica.org.br/criancas/estante-de-quadrinhos:
topo_hiperconectividade

Negocie com seus filhos um acordo para o uso da Internet, inclua orientação sobre os acesso e o que podem fazer neles, quanto tempo estarão conectados, o que fazer se algo os incomode e como se comportar de forma ética e responsável, mais que isto, reserve um tempo para fazer junto deles, dê o exemplo:

1. Tenha um antivírus atualizado – Nenhum computador está isento de ser atacado por vírus, trojans, etc, antivírus é vital. Compre ou baixe um gratuíto como Avira, AVG e Avast, tem também o Microsoft Security Essencials.

2. PC em lugar comum e à vista – Evite colocar o computadores no quarto das crianças, utilize uma localização central, sala de estudo ou quarto comum. No isolamento a curiosidade e tentação em clicar se potencializa   😦

3. Controle o que crianças fazem na Internet – Abra http://fss.live.com, do site Family Safety do Windows Live. Clique no botão Iniciar e siga as instruções. Se você não tiver um Windows Live Id, crie um clicando neste link.

4. Bloqueie conteúdos nocivos – Filtre o que entra no PC por meio de 60 categorias – www.k9webprotection.com – à direita, clique no botão “Free Download”, crie uma conta e baixe o programa.

5. Ensine-lhes a cultura de Internet – É necessário que as crianças saibam como proteger sua informação pessoal, família e amigos. Ensine-lhes hábitos como usar senhas seguras, não compartilhar senhas ou dados pessoais.

6. Evite que preencham formulários na Internet – Delinqüentes podem criar formulários para que crianças incautas ingressarem seus dados. Quando seus filhos queiram fazer, diga-lhes que é melhor que sempre lhe chamem.

7. Limite o tempo de navegação – É possível estabelecer os horários de uso do PC. No Painel de Controle, “Contas de usuário” e “Configurar Controle dos Pais”. Escolha a conta para qual deseja estabelecer limites de tempo. Em “Controle dos Pais”, ative e depois “Limites de tempo” com os horários.

A seguir algumas das ameaças de vírus e ataques mais comuns, o antivírus ajuda muito, mas evite clicar em links desconhecidos, cuidado com emails e formulários suspeitos, nenhuma escola, banco, governo envia emails com links para confirmar sua senha ou seus dados. O prejuizo pode ser mais que material:

1. Phishing: é o golpe que usa e-mails ou sites fraudulentos como isca para roubar dados pessoais. A vítima clica no endereço falso e um código malicioso é instalado na máquina. Ao digitar a senha e login, julgado que se trata de um site verdadeiro acaba fornecendo sem perceber essas informações aos criminosos.

2. Spyware: do inglês, “spy” significa espionar. São programas que se instalam num computador sem que o usuário perceba, às vezes junto a um outro software que estava sendo baixado. Eles recolhem informações sobre o usuário, como hábitos de navegação, e as transmitem remotamente para outro computador.

3. Malware: do inglês, “malicious software”, ou programa malicioso. Vem disfarçado em anexos de e-mails e mensagens instantâneas e podem conter vírus, cavalos de troia e “vermes” que danificam o sistema do computador. Eles podem até enviar a si mesmos – e automaticamente – para sua lista de contatos.

4. Spam: é todo tipo de mensagem que você não deseja receber –  e na maioria dos casos, nem ao menos se cadastrou e autorizou o seu envio. Algumas mensagens contém linguagem ofensiva e sugerem links para sites de terceiros.

http://www.internetresponsavel.com.br/pais
http://www.internetresponsavel.com.br/criancas
http://www.internetresponsavel.com.br/professores
safenet

Um comentário sobre “Perigo, crianças na Web

  1. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s