0

Reunião por vídeo em tempos de Covid-19

Antes de mais nada, diferenciar soluções proprietárias e freemium, a Microsoft por exemplo tem suites e soluções muito boas, mas via de regra são pagas, há algumas exceções como o conhecido Skype na sua versão aberta, apesar de ter a versão Skype for Business, Teams, VSTS, etc. Não vou entrar no mérito das pagas, porque quem já as tem, sabe o que fazem, quem não as tem provavelmente não irá adquirir agora.

https://us04web.zoom.us/ – Uma solução que cresceu muito e usamos no trabalho é o Zoom, no free a principal limitação é o limite de 40 min para reuniões de grupos até 100 pessoas, ilimitado no 1:1. Ele também compartilha a área de trabalho e grava o vídeo e áudio da reunião para depois poder ser compartilhado na forma de podcast ou mesmo pelo youtube. A limitação de 40min é até boa … foco e objetividade  🙂

https://Whereby.com – É o que eu mais uso para pequenas reuniões, simples e objetivo … após uma disputa de marca o antigo Appear.In virou Whereby.com, é só digitar http://whereby.com/ seguido do nome, exemplo http://whereby.com/audy, clicar em “join meeting” e seguir a intuição. No site diz que o limite gratuito é 4, mas eu achava que já tinha feito reuniões com mais que isso.

https://hangouts.google.com/ – Essa solução do Google é muito boa e a qualidade é compatível com o que esperamos de soluções Google, na versão free pode ter até 10 pessoas na mesma reunião, sem limitação de tempo. Tem compartilhamento de telas, chat e todo o básico essencial com qualidade. Ele ganha outras funcionalidades e dimensões na suite completa do Google e na Google for education, mas tem desembolso.

Messenger do https://www.facebook.com/ – É o que mais uso, chamadas de vídeo com uma pessoa ou grupo no messenger é muito bom e tem o Face Live para transmissão ao vivo (para todos na sua rede). Já fiz Face Live de dezenas de eventos no último ano de TecnoTalks e diversas aulas abertas com debates entre especialistas nos últimos dois anos, é simples, com alta qualidade e atinge em 24Hrs mais de mil pessoas.

https://www.skype.com/pt-br/get-skype/ – No início deste século era com certeza o mais usado e conhecido, a sua versão free funciona bem, mas hoje prefiro todos os acima listados. De toda forma, é só baixar o aplicativo, que é bem completo ou no browser. Tem a versão for Business.

https://discordapp.com/ – App mobile que usamos enquanto a Luisa esteve fazendo o curso em Vancouver, é um aplicativo de voz sobre IP proprietário e gratuito, projetado para a comunidades de jogos (a Luisa foi fazer um curso de animação clássica e a lá só usavam Discord). O aplicativo está disponível para Windows, macOS, Android, iOS, Linux e navegadores Web.

https://www.youtube.com/ – Tem o Go Live do Youtube Studio, que pode ser usado para transmitir videos que depois ficam salvos no seu canal.

Vídeo pelo Whatsapp – Muito conveniente e conclusivo no 1:1, afinal rola a toda hora o Whats e se necessário é só pedir um vídeo.

0

Vem aí mais uma edição da Geração DUX

O programa Geração DUX para desenvolvimento de lideranças tem turmas anuais com teoria, promove vivência, treinamentos, oficinas, visitas e contatos que fomentam a preparação de novos líderes, inspiradores, com atitude, pautados pela ética e pertencimento a uma sociedade mais justa e sustentável. Quem promove o programa é a Fundação Gerações.

A “Fundação Gerações” é uma organização sem fins lucrativos, com foco no terceiro setor gaúcho. Como meio, apoiar projetos de valor social por meio de fundos de investimento e pela formação de jovens líderes – http://geracaodux.com.br –  apoio institucional do CIEE/RS, UniRitter e Instituto Jama, mantenedoras como AES Sul, Gerdau, Vonpar e FMSS.

Em 2019 tive o privilégio de poder compartilhar um workshop para a galera, conhecer cada um é uma aventura, não há nenhum padrão previsível, área de atuação, curso, mas um perfil apaixonante a procura de conhecimento e muitos com históricos de voluntariado e compartilhamento desde cedo, buscando ali novos saberes que igualmente repassarão.

A edição 2020 ainda está aberta para inscrições e selecionará turmas que debaterão uma grande amplitude de conhecimentos e participarão de diferentes vivências, com o intuito de desenvolverem diferentes hard e soft skills, incentivando o desenvolvimento de jovens líderes para o mundo melhor que queremos.

Dá uma olhada nos dois vídeos abaixo, um sensacional sobre a edição 2018 e algumas dicas com Fernando Schüler:

Qualquer profissional que não seja filho de chocadeira (*) deveria compartilhar e divulgar iniciativas como essa, qualquer um que tenha jovens na família, filhos de amigos, vizinhos, … deveria fazer chegar esse tipo de oportunidade e outras tantas como S2B, S2BA, Aceleradora de equipes do CI do TecnoPUC, Torneio Empreendedor, Arduino Day, TecnoPUC Experience, uma edição de Startup Weekend na sua cidade, …

É triste quando comento, ouvir de jovens que eles não ficaram sabendo a tempo, por um lado eles precisam aprimorar seu networking, por outro me pergunto que tipo de exemplo são seus pais, tios e adultos de seu atual networking, que ao ver algo sensacional para eles não se preocupam em compartilhar, cita-los em posts ou comentários, … alguns chegam a curtir, mas é algo mecânico, porque curtiram e não se deram ao trabalho de fazer chegar aos seus.

Filho de chocadeira é uma expressão regional quando o pinto nasceu sozinho, aprendeu a se virar sem vínculos e por isso não tem habilidade alguma em pensar em ajudar os seus, reproduzir o carinho e atenção que (não) recebeu quando nasceu dentro de uma chocadeira … Chocadeira é uma máquina para fazer chocar ovos …

Gestão do Conhecimento e Lições Aprendidas

Há uma semana atras estava debatendo sobre como promover e potencializar ao máximo Lições Aprendidas, que muitas vezes ficam restritas a repositórios fragmentados por projeto, iniciativas, ou perdem-se em meio a um enorme volume de informações fracionadas sem concentração por tipo de lição aprendida, conteúdo ou … conhecimento.

Retrospectives ou Futurespectives são dinâmicas de grupos voltadas a aprendizados e melhoria contínua, podendo ser com frequência pré-determinada como no Scrum ou conforme demanda. Seu conceito mais tradicional advém do registro das lições aprendidas no transcorrer ou final de um projeto, para que fiquem ao alcance de outras equipes ou colegas.

A dúvida não é fazer ou não fazer, mas estabelecer racionalmente sua estrutura e natureza, muito especialmente definir uma abordagem clara para a gestão cumulativa de conhecimentos como núcleo essencial, um meio disponível e acessível a todos para ser seu repositório, podendo este ter diferentes naturezas, como wiki, blog, site, …

O PMBOK orienta que um Projeto deve ter registrada suas Lições Aprendidas antes de encerrar, sendo mais eficaz fazer estes registros a medida que o projeto transcorre e aprendizados acontecem. Este processo foca na redução de riscos e aproveitamento de oportunidades ao iniciar cada novo projeto.

Fato, muitos gerentes de projetos realizavam este registro ao final do projeto preenchendo e anexando ao site de projeto um formulário de lições aprendidas, de forma que o aprendizado é de um projeto e não de um tema ou assunto. Qualquer estratégia centrada no projeto, transforma a lição aprendida em refém do projeto ou GP, ao invés de tratá-la como um aprendizado da organização, registrada através de artigos estruturados como em um jardim do conhecimento.

Organizações que aprendem

Senge (1990) afirma que colaboradores geram e aplicam seus conhecimentos, novos e consolidados, desenvolvendo sua capacidade de gerar resultados e valor, onde surgem novos e elevados padrões em que a aspiração coletiva é liberada, onde as pessoas aprendem a aprender em grupo.

Nonaka e Takeushi (1997) são considerados os pais da gestão do conhecimento como a conhecemos hoje, dois dos grandes contribuidores das Teorias das Organizações que Aprendem, circulando entre o conhecimento tácito e implícito, transformando aprendizado individual em organizacional.

Jardim do Conhecimento

Jardim do conhecimento, por exemplo, pode ser uma plataforma wiki em que cada ítem é categorizado e tagueado de forma a facilitar seu agrupamento, localização, permitindo fácil rastreabilidade, criando páginas autônomas com hipertexto para outras páginas, centrado cada uma em um item de conhecimento.

Podemos ter categorias ou trilhas sobre Scrum, com tags para papéis, timeboxes, artefatos e regras, outra sobre Kanban, com métricas, gestão de fluxo, maturidade, uma sobre Dot NET, JAVA, DevOps, etc, talvez uma sobre reuniões, facilitação, gestão de conflitos, … contendo links, hipertexto, áudio, vídeos, … com versionamento.

Cada item está relacionado a uma categoria e sub-categorias, de forma a gerar estruturas (árvores ~ tronco e galhos onde temos as folhas ~ conhecimento), com tags livres para fácil localização. Se o conteúdo é 100% co-criado livremente, a estrutura precisa curadoria para não perder-se em conflitos de estrutura, redundâncias e ‘anacronismo’.

Co-criação

Bem conduzido e orquestrado desde o início é garantia de um volume imprevisível e exponencial de conteúdo co-criado e refinado por seus pares, versionado e permanentemente enriquecido por links e mídias internas e externas. Previsivelmente poderá ser usado como base de conhecimento para workshops, livros, inbound marketing, etc …

Um excelente exemplo para árvores de conhecimento é a Wikipedia, que se utiliza de um open source chamado MediaWiki criada por eles para atender a sua própria necessidade. Cada página é editável pelos próprios envolvido de forma colaborativa, segundo um manual básico de estilo, que é uma página de recomendações de estrutura textual e hipertexto.

Em um contexto organizacional, NÃO é preciso uma mediação prévia de conteúdo, beirando a censura, ao contrário, a liberdade integrada a uma estrutura e recomendações gerará muitos aprendizados de forma descentralizada em volumes e pertencimento desejados para que transforme-se uma ferramenta de todos, mantida colaborativamente.

Mediação NÃO é necessária, mas uma equipe ou comitê organizador é imprescindível, de forma a fazer crescer a estrutura e categorias conforme os aprendizados vão-se ampliando e gerando novas oportunidades. Em empresas com uma boa gestão de comunidades, há sempre grupo(s) que se reúne(m) periodicamente com atribuições de boa administração.

0

CoffeeAndIt publicou o bate-papo comigo

O Coffee And It é um canal dedicado para Engenheiros de Software, Engenheiros de Infraestrutura, Engenheiros de SRE, Arquitetos, Agilistas enfim todos os amantes em geral do fantástico mundo de entrega de software e Cloud Computing.

Os criadores do canal são o Cleber da Silveira e o Vinicius Soares, o vídeo com o bate-papo que rolou comigo está logo abaixo e acho que ficou bem leve, descontraído e debate temas cotidianos, nada de tecnologia, mais sobre humanidade.

Conversamos sobre Toolbox, dinâmicas, técnicas e fundamentos, em termos um bom mix de ferramentas a nossa disposição, escolhidas com oportunismo para cada interação profissional ou pessoal, em suma, para a vida  o/

  • O Canal no Face fica em link
  • O Canal no Youtube fica em link

O email do canal é o channelcoffeeandit@gmail.com

 

0

Agile não é só nas empresas, é sustentabilidade 24×7

Este é um post de Carnaval, ócio criativo, tentando provocar que Agile é mais que projetos empresariais, é para tudo, devemos considerar desperdício e valor para a vida, protagonismo social, consciente, se cada um focar no seu entorno, a soma será um mundo melhor.

Muitos não fazem nada porque transferem esta responsabilidade a governos e empresários, mas se cada um fizer sua parte o resultado seria o mesmo. Tem uma versão em português do “A história das coisas”, na sequência tem 10 vídeos do SEBRAE com dicas sobre sustentabilidade.

Muita gente não faz nada, mas tudo começa em nossas casas, em consumo responsável. Água sai de nossas torneiras, mas é usada nas cadeias de produção, então ser e exigir um mínimo de consciência é uma obrigação de qualquer pessoa consciente.

No Brasil todos já sabem a que a falta dessa economia e racionalidade nos leva, o sistema Cantareiras em SP cobra o preço de falta de consciência do governo e população, cada um olhando para seu umbigo … a cada ano a falta de água impõe até racionamento.

Tanto quanto a água, a eficiência energética é fundamental, de nada adianta reclamar do governo se o que temos desperdiça grande parte do que é gerado e distribuido, na maior parte das vezes por motivos inócuos, mesquinhos, egoístas.

Não só nossas casas, mas nossos condomínios, nossas empresas, é possível com pouco investimento racionalizar o uso de forma consciente, não gastando o que não faz sentido gastar, gastando menos, de forma mais inteligente.

Neste quesito a Alemanha é pioneira no incentivo, inclusive fiscal, por uma sociedade mais consciente e sustentável. A legislação alemã incentiva habitações verdes, consumo responsável, indústria 4.0, otimização do consumo energético e muito mais.

O gerenciamento de resíduos sólidos (seco e reciclável) e redução de resíduos orgânicos é peça-chave para a nossa sobrevivência, a sociedade gera milhões de toneladas de lixo a cada dia, em sua maioria acumulará para contaminação do solo, água e ar.

Você é parte desta equação, a cada compra ou consumo com falta de consciência ecológica, responsável, falta uma percepção real de urgência no tocante a “nossa parte”. É fácil responsabilizar o governo e as indústrias, mas se houvesse consumo responsável, a oferta também seria.

Bom Carnaval pra vocês, seja consciente, seja exemplo, porque via de regra é tão somente um show de desperdícios, excessos e inconsequências em troca de algo que é possível conquistar com 0,5% do que se gera de lixo e desperdícios de recursos de todos os tipos.

😦

0

30/09 – Vem passar um dia inspirador conosco – TecnoTalks Pais e Filhos

Vem se inspirar e planejar seu próximo projeto, um dia para compartilhar, desenhar, dançar, jogar e se divertir entre pessoas que querem mesmo é fazer parcerias com aquelas pessoas que estão mais perto de nós, como pais, filhos, irmãos, amigos. Confirme sua presença no evento: https://www.facebook.com/events/142103956389270

A programação ainda está sendo ajustada, mas a estrutura geral está sensacional e já definida conforme segue:

As 08:30 poderemos ter um wellcome coffee para quem quiser chegar cedo, para aquecimento dos bate-papos e ideias.

Manhã: 9:00

50. Storytelling e brainstorming sobre projetos e oportunidades entre pais e filhos facilitado por Paulo Caroli/filha;

50. oficina com Alexandre Leite Silva e sua pequena – projetos com LEGO;

40. Oficina sobre ilustração com Alexandre Flores Torrano;

40. Oficina de Flip Book com Alexandre Linck e Adri Germani da Anima Pocket;

Almoço: 12:00

90. Por adesão, vamos ficar por aqui mesmo e pedir algo, como pizzas. Podemos ter aqui aquele papo sobre planejamento de viagem, ancorada pelo Cassio Trindade/filha, talvez com contribuição de outros relatos;

Tarde: 13:30

20. Storytelling sobre projetos de saúde, esportivos, competições com o Carlos Giovani Rodrigues/filho;

50. Oficina com Jackes Heck e sua filha, da Academia Mentes Audazes;

60. Oficina de sapateado com o Eduardo Meira Peres e família;

60. Storytelling e oficina sobre projetos usando blogs, canais de vídeo, portfólios, com mentoria nossa para próximos passos da galera presente para seus próprios projetos – posso ancorar.

Encerramento: 16:40

Já temos algumas peças para divulgação, na medida que as outras saírem do forno compartilho, vem participar, não vamos só vivenciar desenho, ilustração, esporte, dança, arte, livros e canais de conteúdo, mas valorizar e viabilizar parcerias para uma vida, ideais, crescimento e diversão em família, pequenas ou grandes, de sangue ou aquelas unidas pelo destino.

Confirme sua presença no evento: https://www.facebook.com/events/142103956389270

21687957_1692209494146439_9028146204038277986_n

21769672_10208468498630034_944000484_n (1)

1

TecnoTalks Pais & Filhos – 30/09 – Save The Date!

Será no último Sábado de Setembro nosso evento de Pais & Filhos, não importa a idade, teremos compartilhamento de cases de pais e filhos que juntos lançaram livros, canais de vídeos, competições, ilustrações.

Aos poucos vamos confirmar os horários, salas e locais no TecnoPUC e PUCRS, também palestras, oficinas, atividades, jogos, diversão, além do rango para o almoço, provavelmente com opções para os mais exigentes paladares de pais & filhos.

Vamos divulgar grandes nomes que farão oficinas de como criar texto, desenhos, animações, vídeos, e como usar blogs, canais, plataformas e eventos para gerar conhecimentos e oportunidades de forma divertida, segura e planejada.

As primeiras conversas e incentivo para o tema foi com o Paulo Caroli, Carlos Giovani Rodrigues, Jackes Heck, Cassio Trindade, Alexandre Flores Torrano, Adri Germani, Marinês Beheregaray Audy, Luisa Audy, entre outros que compartilharemos aqui nos próximos dias.

Para participar, clique aqui ou na imagem.

Nas fotos temos o grande Paulo Caroli (TW) e sua filha Duda Chaieb, com o livro resultado de um trabalho dedicado que hoje vem sendo distribuído e usado até em colégios – O Mistério do Colégio Alipus

“O mistério do colégio Alipus” conta a história de um sequestro de três meninas pré-adolescentes, um caso de amor e ódio ocorrido na Guerra do Paraguai, e inesperadas revelações que misturam passado e presente numa trama de tirar o fôlego.

Também temos o Jackes Heck tem sua filha e parceira Ana como responsável pelo canal de vídeos da Acadêmia Mentes Audazes. Assistir eles interagindo no vídeo é muito legal, ela não está ali por acaso, é também é protagonista em jogos, apresentações e condução.

Programa Mentes Audazes: Centrado na Pessoa e nas suas necessidades. Desenvolvimento de Equipes e Empresas para a Alta Performance. Desenvolvimento de competências e habilidades, (Inteligências Múltiplas e Emocional)

O Carlos Giovani Rodrigues é da W4BA e do GUAN tem uma história muito legal de superação, pois quando o filho Henrique estava com 7 anos participamos juntos de mais de uma dezena de etapas e foram campeões da “Copa União Gatorade de Ciclismo”.

Uma história que começou em 2009, quando o Henrique convidou o pai a participar do campeonato. Eles estiveram de janeiro a novembro em diversas cidades competindo. Uma paixão em comum com muitas vivências, aprendizado e companheirismo.

Cássio Trindade é um colega querido há uns 17 anos, sua caçula foi minha lobinha no Grupo Escoteiro Tupã Ci. Ele, a Betynha, a Carol e a Gaby vão falar um pouco de como planejam, se organizam e fazem dar certo suas viagens, como Europa e Estados unidos.

21231260_1547503498640328_3156268823018553993_n

Minha filha é ilustradora, desenha desde os 5 anos, fez cursos de desenho japonês, ilustração, pintura, faz cinema na PUCRS. Estamos a alguns meses compartilhando um projeto que a Luisinha batizou de SAVANA SCRUM, ela criou um universo de personagens relacionados ao meu trabalho em metodologias ágeis, sem compromisso, aos poucos vai se materializando … https://jorgeaudy.com/savana-scrum/