Estava devendo um post sobre a Dude’s Law

David Hussman propôs a Lei de Dude é [V = W / H] ou [Value = Why / How] ou a intenção dividida pela mecânica. Resumidamente, quanto maior ou mais complexa a mecânica para o mesmo motivo ou propósito, menor o valor resultante. Figurativamente, nos sairemos tão melhor em um jogo de futebol, se soubermos as regras e a mecânica de jogo, melhor ainda com alguma experiência.

dude-s-law

Segundo Hussman, Deming afirmava que “nenhum gerente deve responder a forma para resolver um problema sem antes vê-lo”. A real solução para qualquer problema parte de entendê-lo o suficiente para perceber qual a melhor e mais apropriada solução, evitando assim gerar ou transformar-se em desperdício.

Pragmático, o autor da Dude’s Law ecoa o valor da prática, porque na prática a teoria acaba sendo outra. Ele discute o que é a atividade de coaching e a impossibilidade de haver uma receita pré-definida, é preciso ouvir o cliente, entender o problema, propôr alternativas, escolher a melhor para cada caso.

Minha opinião?

Desde 2011, acompanhando nossos gurus, comparando com americanos e o marketing que os envolve, descobrimos que o povinho macunaima já não fica devendo nada, se houve época em que estavamos marcando passo e aguardando novos espelhos e contas para trocar por pau brasil e ouro, hoje pareamos.

Estamos nos trinques em estratégia, tática e metodologias, não procuramos mais receitas de bolo, como bons escoteiros nós Aprendemos Fazendo em ciclos iterativos-incrementais-articulados, considerando cada prisma, mesclando Lean, Scrum, Kanban, XP, DT, Mng 3 e muito mais, cultura e contexto.

Acima de tudo, a Lei de Dude [Value = Why / How), tanto quanto a Lei apresentada pelo Allison Valle em curso de Kanban em 2011 em que Valor é inversamente proporcional ao tempo que gastamos para transfromar hipóteses em conhecimento ou fatos [v = ? -> min(tempo) -> !].

No seu site (http://devjam.com) há excelentes artigos, inclusive uma análise da Lei de Dude em relação ao uso de histórias do Usuário, algo que me fez lembrar da lenda do Agile Cargo Cult, quando no Pacífico Sul pós-II-Guerra faziam rituais simulando um aeroporto imaginando que isso faria cair do céu provimentos.

Agile Cargo Cult aplicado a métodos e suas técnicas

Todos nós conhecemos os princípios das Histórias do Usuário, entretanto escrever narrativas de user stories são como o Agile Cargo Cult, não é mágico, só tê-las não gerará nenhum valor, o segredo não está na cerimônia ou no artefato, mas nos princípios e cultura colaborativa aplicada com foco em seu valor.

5_Cargo-Cult-600x268dilbert2666700071126

O mesmo vale para planning, kanban, daily, review, retrôs e tudo o mais. Tudo isso compõe o How e fazê-lo sem propósito (Why) é diminuir o valor resultante. É o que eu defendo sempre, é essêncial entendermos a natureza e valor de cada método, técnica, cerimônia, timebox, papel, artefato ou regra.

Como poesia para meus ouvidos, Hussman faz uma feliz analogia ao esforço em aprender a tocar uma guitarra, a técnica e acórdãos são tão importantes como a motivação e paixão por fazê-lo cada vez melhor, somente nos tornamos virtuosos naquilo que queremos e nos esforçamos em melhorar a cada dia (kaizen).

O autor da Dude’s Law é duro ao afirmar que há uma enorme gama de aprendizes de coachs, cresce a cada ano, com muita teoria e pouca experiência, cheios de frases de auto-ajuda de grande impacto imediato e pouco residual, porque o mais importante não é a teoria, mas a geração de [Value = Why / How] a cada passo.

2 comentários sobre “Estava devendo um post sobre a Dude’s Law

  1. Mais um excelente post.

    Dude’s Law e ?->! do nosso Alisson Vale são excelente simplificações da sabedoria acumulada de anos de coaching.

    Praticas compõem o ferramental para os coaches. Mas assim como com os artesões, o uso adequado da ferramenta é que gera o resultado esperado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s