08/10 – Oficina de Futuro abrindo os trabalhos

Daqui até o dia 08/10 irei postar uma dinâmica de ideação e modelagem a cada dia útil, vou compartilhar técnicas como Oficina de Futuro, Mapas mentais, CSD, Elevator statement, Project Box, Business Model Canvas, Customer Value Proposition, Lean Canvas, um a cada dia. Uma preparação e provocação para todos os que estarão as 15:00 do dia 08/10 no último dia do Kerb de inauguração do Global TecnoPUC … Te inscreve que vai estar muito bom!

Kerb: Os imigrantes alemães comemoravam anualmente a data da inauguração da igreja local, por três dias, de Domingo a terça-feira. Enfeitavam as casas e utilizavam roupas festivas, oferecendo bailes aos residentes e visitantes, com muita hospitalidade, mesa farta, fraternidade e otimismo.”

Se você ainda não se inscreveu, clique aqui ou na imagem enquanto há vagas, receberemos profissionais de empresas e startups do parque, além de muitos participantes do grupo TecnoTalks de toda a grande Porto Alegre. Queremos pôr a prova as ideias de Hwang sobre parques tecnológicos serem Rainforests.

banner global tpuc

Oficinas de Futuro

Uma dinâmica que proporciona a geração de empatia, alinhamento de percepções, apresentação de problemas e ideias, eu utilizo bastante para a fase levantamento de desafios até a escolha daquele que será modelado. A estrutura original desta dinâmica possui três momentos e artefatos, uma técnica que objetiva facilitar o levantamento dos problemas conhecidos pelo grupo de trabalho, entender seus sonhos, fechando com a elaboração de seus planos para superação ou melhorias desejadas.

A primeira fase é chamada de “Muro das Lamentações”, quando inicia-se a discussão sobre os problemas comuns a todos, sobre os quais discutem suas prioridades frente ao bem comum, chegando aos três mais relevantes.

A segunda fase é chamada de “Árvore dos Sonhos”, onde a partir do desenho de uma grande árvore incentiva-se a colocação dos sonhos, desejos, soluções almejadas, agrupando-as e priorizando-as para identificação das mais relevantes.

A última fase é chamada de “O Caminho Adiante”, que identifica a construção de um plano de ação, construído a partir das informações discutidas nas duas primeiras fases. Usa-se algo semelhante a um 5W2H para identificar seu plano, distribuir responsabilidades, prazos, meios e fins.

Versão adaptada da Oficina de Sonhos

Uma dinâmica para reflexão e ideação, alinhada a princípios do Design Thinking, Lean StartUp e métodos ágeis, entender quais são os nossos problemas, ideias e soluções, encerrando com a modelagem da melhor opção. Proposto e utilizado em ONG’s, projetos comunitários, escolas, sociais, etc.

PREPARAÇÃO – Desenhe simbolicamente uma árvore no centro inferior de uma parede, com seu tronco, caules e galhos, propondo através dela um mapa conceitual. No original, a árvore apenas colhe os “sonhos”, havendo um muro para os problemas, eu sigo diferente, com uma visão de causa-efeito, clusters, a partir da própria árvore, que é o nosso objeto de análise.

A raiz e tronco com o objetivo de nossa reunião e participantes, sinergia de conhecimentos e vivências do grupo, dispondo os desafios nos galhos, com nossos sonhos nas folhas e soluções nos frutos. A partir da escolha da melhor solução ou simplesmente daquela que será desenvolvida, uma nova técnica a desdobra e modela conforme decisão do time. Vou falar destas outras técnicas complementares nos próximos posts  o/

árvore de futuro

RAIZ + TRONCO = São os nossos objetivo, a meta da dinâmica e com quem contaremos, quem está participando da discussão, proponha avatares e um postit para cada um escrever um Tweet contendo seu perfil, empresa e competência essencial. Para ganhar sinergia é importante se conhecerem, fazerem um quebra-gelo, gerar uma sinergia inicial, pode ser a própria dinâmica de apresentação, rolos da cobra, escravos de jó, algo divertido, com contato e interação.

GALHOS = DESAFIOS – Use postits de uma cor laranja para os desafios, podendo ser problemas, dificuldades, ideias e oportunidades. Em um evento como o nosso, com profissionais de diferentes empresas, é preciso que todos possam colocar seus desafios e ideias. Não precisamos ficar restritos a imagem da árvore, que ficará pequena diante de nuvens de sugestões, agrupadas por natureza ou afinidade. Dentre elas, ao final, pelo menos uma será escolhida para discussão a partir de seu entendimento, buscando aquela de maior potencial enquanto negócio ou melhor geração de resultados e felicidade.

FOLHAS = SONHOS – A partir dos desafios, quer com dificuldades ou ideias, sempre teremos a oportunidade de um bom brainstorming sobre um ou mais destes desafios, tratando de nossos sonhos, desejos, super-poderes, tanto como fornecedores, envolvidos, interessados ou clientes. É preciso seguir as leis básicas dos sonhos, não podem e não devem ser restringidos, menos ainda  centralizados ou dirigidos, o principal objetivo é que cada percepção amplie ao máximo o entendimento de necessidade e potencial na geração de valor.

FRUTOS = SOLUÇÕES – Uma vez conhecidos os desafios e sonhos, está na hora de debater e propor as soluções possíveis, disponíveis, conhecidas e desconhecidas. O nosso maior objetivo é conhece-las o suficiente para que seja possível priorizá-las e desenvolvê-las. O número de técnicas e dinâmicas disponíveis para avançar a partir daqui é grande, sem deixar-se envolver em procrastinação, retórica e desperdício de tempo, mas sem ser escravo dele … é por isso que a base de tudo é a colaboração criativa, é o mix de conhecimentos e vivências, quer no Design Thinking, Lean Startup ou metodologias ágeis, a solução inicia a partir do pleno uso do capital intelectual e expertises diversas.

Poucas técnicas ou métodos são acopláveis a qualquer desafio, a maioria delas dependem da natureza, tempo, tecnologia, grau de inovação, as vezes iniciamos com uma e trocamos ao percebermos que não é a mais apropriada. Temos desde um bom Elevator Statement, Product Box, Business Model Canvas, Customer Value Proposition, Ishikawa (espinha de Peixe), 5W2H, Managing Dojo, entre outras tantas.

Inscrições para a inauguração do Global TecnoPUC, dia 08/10 em especial.

Nos próximos posts trarei detalhes destas outras técnicas, uma-a-uma … Fui!

2 comentários sobre “08/10 – Oficina de Futuro abrindo os trabalhos

  1. Pingback: TecnoTalks e Oficina de Futuro no Global TecnoPUC Experience | Jorge Horácio "Kotick" Audy

  2. Pingback: Resumo de quatro anos e meio de TecnoTalks | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s