0

Toolbox 360° com a galera da Umbler e RedeHost

Uma lightningtalk pegada, uma rodada do game Desafio Toolbox, a construção de um Toolbox Wall. Foi um final de tarde agitado em Gravataí com trinta profissionais em um espaço muito bacana … me senti em casa 🙂

Quando cheguei estava rolando uma sprint review na sala ao lado, enquanto eu montava os kits e material em uma sala enorme que mais parecia um playground para adultos, que agora tem mais alguns livros, jogos e mural.

Foi um prazer montar mais um Toolbox Wall, compartilhar e interagir com uma galera pilhada. Como eram apenas 90 minutos, todo o material ficou para que pudessem fazer mais rodadas adiante … espero que compartilhem fotos \o/

Uma definição que encontrei na web para apresentar a Umbler diz: “É uma startup do ramo de hospedagem de sites e aplicações, possui atualmente unidades em Gravataí/RS e Orlando/EUA, tendo como filosofia a globalização do negócio.”

Sobre a RedeHost encontrei esta apresentação: “Com mais de 14 anos, está entre as maiores empresas de hospedagem do Brasil, conta com dois data centers em São Paulo, cerca de 400 mil domínios registrados e mais de 60 mil clientes.”

 

1

Scrum Setup Canvas no Agile Trends Gov 2017

Mais uma rodada de compartilhamento do Scrum Setup Canvas, desta vez na capital federal durante o Agile Gov 2017. Foi minha primeira apresentação usando como pano de fundo o Savana SCRUM, mas mantendo a pegada de diferenciação entre Go Horse e SCRUM.

Sala lotada, um bloco onde quem me precedeu foi o Allison Vale, iniciei apresentando uma das alegorias que mais curto, do Andy Glover onde o product backlog é um cesto enorme com todas as suas roupas sujas e o sprint backlog é a roupa que necessitamos para amanhã.

Valor é garantir ter a roupa adequada para seus compromissos do dia seguinte, de nada adianta lavar um cesto de cuecas ou as roupas mais caras ou as maiores ou menores, valor é ter aquela muda necessária e adequada para o dia seguinte, quer para frio, calor, longa ou curta.

SCRUM SETUP CANVAS

O mote do Scrum SetUp Canvas começa com as informações, combinações e restrições, como o tipo de máquina de lavar e secar, a capacidade de ambas, o tipo de sabão, para roupas brancas ou coloridas, se a expectativa é a entrega delas passadas e dobradas, …

Sempre trago minha maior convicção sobre o conceito de ToolBox 360º, que diz respeito a seu processo, ferramental, boas práticas, qualidade, excelência, destacando a certeza de que cada decisão acarretará ganhos ou perdas, que deverão ser transparentes e realistas.

Relembrei conceitos básicos sobre o Agilo romântico defendido por alguns e o Agila realista das grandes organizações, os conceitos básicos do SCRUM e suas variações, praticados em meio a complexidade e vicissitudes de empresas, governança de TI, PMO, GP e times.

  • Elevator Statement
  • Equipe e envolvidos
  • Aproveitamento e formato dos sprints
  • Arquitetura e Integrações
  • Indicadores e Métricas
  • Boas Práticas e Ferramentas
  • DoR (Definition of Ready)
  • DoD (Definition of Done)
  • Feriados e Férias
  • Sprint Zero
  • Reserva Técnica (%)

DESAFIO TOOLBOX 360°

Ao final dos 25 minutos, um convite ao jogo das 17:30 na mesma sala, quando 25 pessoas participaram até as 19:00 do Desafio ToolBox 360°, sempre com muitos insights, debates, argumentações e aprendizado. Tudo isso concorrendo com o happy-hour e cerveja no saguão ao lado.

SCRUM SETUP CANVAS
02/04/17 – Spoiler da minha palestra para o Agile Trends
13/04/17 – Apresentação em 25 min no Agile Trends
07/06/17 – Versão pdf tamanho A3 para impressão

TOOLBOX 360º
01/03/17 – Página Desafio ToolBox 360° / 5W2H  🙂
08/03/16 – ToolBox 360°, um guia de referência geral de boas práticas
03/04/17 – Desafio Toolbox – Agile Trends 2017 – ppt – relato

2

Spoiler da minha palestra para o Agile Trends

O maior risco na adoção ágil, é sucumbir ao Extreme Go Horse (XGH), originada na falta de entendimento, o desconhecimento da “Dude’s Law” de David Hussman e dos riscos do “Agile Cargo Cult”. Mudança é um processo sócio-técnico que nos exige esforço e desapego do velho e muita dedicação ao novo, nestas condições é mais fácil usar de dissonância cognitiva ou uma venda enquanto deixamos rolar.

Tanto quanto um bom Project Model Canvas para um produtivo Kickoff do projeto, antes e durante o planejamento é preciso estar atento ao que chamo de balizas, que conduzirão nossa linha de raciocínio e tomadas de decisão. Chute é XGH, estimativas ágeis são fruto de experiências calibradas, colaboração baseada em transparência e realismo com foco e engajamento para fazer certo.

É o que eu diferencio entre o ERRO certo ou ERRO errado, errar tentando ser ágil, ceryto de seus limites e tentando acertar, conscientemente, ousando, é uma coisa diferente de errar por XGH, fruto de relaxamento, displicência ou leviandade. Antes de estimar é preciso materializar sob que bases estaremos todos em comum acordo, informações até aqui fragmentadas e distribuídas em cabeças e gavetas.

SCRUM SETUP CANVAS

Não trás nada de novo, nada que equipes experientes já não tenham estabelecido, mas que equipes novas tendem a gerar diferenças ocultas de expectativas, casuais ou propositais. Já vi casos em que um gestor esforçava-se em omitir de seu chefe certos acordos feitos pelo time com ele para determinado projeto. Estes acordos devem estar na parede, bases dos 3 pilares – transparência | inspeção | adaptação.

No exemplo abaixo aconteceu algo bem comum, o exercício com o Scrum SetUp Canvas provocou várias definições antes ocultas sobre exigências e critérios mínimos e máximos exigidos, formatos e padrões, tecnologias e ferramentas. No caso em questão, o exercício do SSC por si só já exigiu uma série de histórias técnicas adicionais, como provas de conceitos ou aumento na reserva técnica.

Projetos dão mais errado por informações varridas casual ou propositalmente para baixo do tapete do que por surpresas realmente imprevisíveis, o ser humano do século XXI ainda prefere ficar no seu quadrado hoje e procastinar para amanhã as argumentações e negociações. Ao invés de enfrentar de frente hoje, usamos da síndrome do estudante para empurrar sempre para o dia seguinte aquilo que não queremos fazer … até a última hora ou ser tarde demais.

A palestra terá uma abordagem bem provocativa, como todas as outras, costumo defender que quando palestro ou treino não tenho tempo para mandar dizer ou ser sutil, tenho muito pouco tempo para passar o recado, até prova em contrário é o motivo que me levou a estar ali … meu papel usar 18 min para botar a boca no trombone e esperar que os 18 min seguintes sejam de muitas perguntas e debates 🙂

A tempo, a palestra é no segundo dia, mas no final do primeiro dia vai rolar uma sessão de DESAFIO TOOLBOX 360º, espero todos lá para experimentar, é um jogo que mescla ensino e aprendizagem de todos para todos. Exige de cada participante muita atenção e colaboração em cada rodada  \o/

4

CTRE 13/12 – O mundo mudou, bem na minha vez …

Em muitos casos eu não me interesso em comprovar a fonte de uma frase ou conceito por quem me apaixono, esse é o caso do título do livro do Dado Schneider – “O mundo mudou, bem na minha vez …”.

É como as 500 frases do Albert Einstein, que se 10% tivessem sido proferidas por ele, o remeteriam ao grau de guru grau divindade do Induísmo, ao lado de Ganesh, o elefante Deus da Sabedoria. Mas, se a frase é rica, para mim não faz diferença se foi o Beto, o Ganesh ou o pipoqueiro, eu as uso mesmo assim … o que pode acontecer é o crédito estar errado, mas o recado está certo. \o/

A partir do bordão do Dado Schneider, falo de Agile, de profissionais do conhecimento, de T shape, do conceito e prática de ToolBox, sistemas complexos, histórico, estatísticas e pesquisas internacionais, cito o Samuel e sua pirâmide Lean, Shore e seu modelo de fluência, principalmente desejos para 2017, onde o básico é sermos felizes, contornar restrições e crescer.

o-mundo-mudou

Foi no CTRE, o centro de treinamento da PROCERGS, com cem integrantes de uma de suas áreas, dia batizado de DTS Day. O local convida a se desarmar, lindo, arborizado, na beira do Guaíba, com uma infra-estrutura privilegiada. Usamos o auditório, o quebra-gelo foi com a criação de crachás, destacando nossos desejos para 2017, o meu era para ser ainda mais Feliz.

ctre

20161213_094423

15542330_1322505531135727_5557428479804869208_n

15492153_1322504871135793_8114576351356736957_n

15439704_1322644497788497_5147055035197794885_n

No final da manhã rolou um churrasquinho entre todos e a tarde seria um balanço de 2016 mais os desafios para 2017. Um evento deste tipo e porte sempre é um desafio, que exige muito planejamento e dedicação de pessoas, inspiradas e pilhadas … parabéns à DTS, ao Machado e a todo seu time.

2

Vídeos do TTalks Mobile de 19/11

A seguir os vídeos das três palestras realizadas no TecnoTalks do dia 19/11/16 na sala 516 da FACIN da PUCRS no turno da manhã, porque no turno da tarde foi mão na massa e aí ficarei devendo … porque eu estava com a mão na massa e não no celular né. O Hariel introduziu iOS, o Madhava (Márcio) sobre iONIC e o Adalto apresentou o Android Studio.

Desculpem os momentos de tremedeira, mas ainda não tenho tripé, mas acho que mesmo assim vale o registro, mais como provocação para virem no próximo, mas vou comprar um tripézinho para celular antes do próximo TTalks  o/

Hariel Giacomuzzi – Palestra e oficina sobre iOS com XCode – https://www.linkedin.com/in/harielgiacomuzzi

hariel

Madhava Dasa – Palestra e oficina sobre iONIC com Sublime ou Brackets – https://www.linkedin.com/in/mhbrufatto

marcio

Adalto Selau Sparremberger – Palestra e oficina sobre Android com Android Studio – https://www.linkedin.com/in/adalto-selau-sparremberger-8a46302a

adalto

Até a próxima galera!

3

Semana Acadêmica FACIN PUCRS 10/2016

Se você quer saber mais sobre gerenciamento de projetos ágeis de uma forma muito descolada e divertida, te inscreve lá na imersão SCRUM POKEDEX. Vou provar que aprendizado experiencial é um bom caminho para entender o que é e como gerar mais valor usando métodos iterativo-incrementais-articulados, equipes auto-organizadas, fazendo certo a coisa certa  \o/

A semana acadêmica FACIN é um mega-evento ao alcance de todos, não perca esta oportunidade, afinal, projetos existem em todas as áreas de conhecimento, um TCC, dissertação, vida pessoal e profissional de todos nós, em todas as situações.

14470770_1294984383845168_123470788_n

Quem participou do treinamento que aconteceu no primeiro semestre deste ano na FACIN está novamente convidado, porque a edição que acontecerá na Semana Acadêmica 10/2016 será diferente, com o dobro de horas e com um exercício prático em que cada equipe formada terá que construir protótipos de cada tela do nosso projeto Pokedex usando papel, canetas, tesoura e cola.

13886949_1186144504771831_5150825014066800115_n2

Nos vemos lá – http://www.daipucrs.com.br/registrar

2

TecnoTalks – Vamos falar de Inteligência de Negócios!

No dia 19/10 as 19:00, noite de uma quarta-feira de Primavera, teremos um baita evento sobre Business Intelligence, Machine Learning, Data Mining e Big Data, que contará com grandes nomes do cenário regional e nacional. Saca só os nomes, os temas e te inscreve. Ao se inscrever diga sobre qual destes temas gostaria de ver um painel ou debate no final da noite, contando com a interação da galera – http://bit.ly/tecnotalks-bi

ttalks-191016-bi-2

Fábio de Salles do SERPRO e GeekBI- Analista na Superintendência de Suporte à Tecnologia do SERPRO, especialista em BI, Pentaho e Software Livre/Open Source. Blogueiro no https://geekbi.wordpress.com/ e autor do livro “Geek BI – Coletânea 2013”. Iniciou na Física, área em que se especializou e foi professor, também Matemática, Informática, Robótica e Inglês, foi gerente de soluções no SAS.

O Fábio mora em SP e será nosso keynote, participará remotamente, uma referência nacional em BI, DW, Mining e muito mais, muito além da teoria, seu blog trata da prática e explica como fazer. Se quer conhecer mais sobre ele – https://www.linkedin.com/in/f%C3%A1bio-de-salles-9310b536 ou sobre os livros de coletânia, Pentaho ousobre auto-publicação na Amazon.

Sergio Blum da WhiteCube – Instrutor, gestor de projetos e consultor em Tecnologia da Informação pela White Cube, profissional certificado Microsoft e Citrix, atendendo as certificações: MCP, MCSA, MCSE, MCDBA, MCT, MCITP, CCA e CCEA. Atua como desenvolvedor e arquiteto de soluções de Business Intelligence, em diversas tecnologias e cenários empresariais. Especialista em Performance e Tuning de Banco de Dados SQL Server. É graduado em Administração de Empresas com Ênfase em Análise de Sistemas pela PUC-RS. – https://www.linkedin.com/in/sergio-adriano-blum-b66b6114

João Gutheil da AGCO e GUBI – Analista de sistemas e BI na AGCO e que já atuou em projetos no Grupo RBS onde fomos colegas e no TERRA. Reconhecido como profissional de profundo conhecimento e resultados, integra o grupo de organização do Grupo de Usuários de Business Intelligence da SUCESU-RS. Grupo que visa reunir a comunidade de BI no Rio Grande o Sul para troca de ideias, apresentação de cases, estudos de mercado, métricas, metodologias e melhores práticas de implementação de BI dentro das organizações. Seu perfil está em https://www.linkedin.com/in/joao-gutheil-7459a367 e o perfil do GUBI é www.linkedin.com/groups/GUBI-8382345/about ou www.sucesurs.org.br/gu.

Bruno Pazzim é CBDO/Lean Strategist na CodeLand – Ele vai nos falar sobre o desafio do uso de Machine Learning que usa mineração de dados para mapear e destacar anomalias nas prestações de contas de políticos, um projeto também do Felipe Cabral e que responde pelo nome de “Serenata de Amor”. A CodeLand é uma empresa de desenvolvimento web ágil, especializada na liberação de novos negócios digitais – https://www.linkedin.com/in/bruno-pazzim-60b79032.

Para saber mais sobre a operação “Serenata de Amor” e colaborar no crowdfunding que eles criaram para levantar os fundos necessários para acelerar cada vez mais resultados e valor – https://datasciencebr.com/como-funciona-a-opera%C3%A7%C3%A3o-serenata-de-amor-25ba256e0e11#.861l3291l e as doações no Catarse em https://www.catarse.me/pt/serenata.