6

18/08/18 – Cada workshop Toolbox 360º é único

Mais um workshop Toolbox 360°, com uma galera muito pilhada, divertida, Learning 3.0 na prática, trazendo desafios e construindo alternativas de soluções a partir de muita sinergia de conhecimento e aprendizado descentralizado … como tem que ser!

Nesta edição o Dreyson Queiroz contribuiu de forma mais intensa, compartilhando com todos um pouco de suas vivências e conhecimentos sobre teorias e práticas de modelos, métodos, teorias, ferramentas e talz … 🙂

Novamente uma tarde intensa, onde desafio a galera a sair da caixa para poder enxergá-la melhor e empacotá-la para presente \o/, nada de exercícios fictícios, cada um contribuindo nos debatendo em grupos suas percepções e expertises, ensinando e aprendendo.

É mão na massa, logo de início rola apresentações e expectativas, tem Desafio Toolbox 360°, um jogo que já se mostrou multidisciplinar e muito provocativo, alguns debates e Toolbox Wall 360°, o tradicional super-coffee e várias rodadas de debates em diferentes desafios.

Sempre colo aqui alguns depoimentos feitos nas redes, o que me orgulha muito:

“Superou minhas expectativas, o Jorge Audy e o Dreyson Queiroz foram sensacionais. Aprendi muito nesta tarde e agora é hora de jogar!” – Hugo Linhares Reichenbach – Brudam Softwares que Entregam Eficiência

“E como estamos no sábado ? Estudando… estudando e estudando com os melhores ! Foco + ação = resultado” – Silvia Marmontel Matos – SM Consultoria Jurídica

“Simplesmente demais, uma tarde de muito conhecimento e troca de experiências, além da grande oportunidade de conhecer e partilhar experiências” – Diego Souza – Comércio de Produtos Agrícolas Ferrarin

“Tarde de muito aprendizado no Workshop Toolbox 360° com Jorge Audy e Dreyson Queiroz!” – Marcos Longo – Ditech Consultoria e Sistemas

“Caraca! Muito bom mesmo! Energia, colaboração, reinvenção e sinergia! Valeu a pena o bate volta!” – Silvia Sarmento – Tchê Treinamentos

“Foi uma tarde🔝! Sol, calorzinho, aprendizado, trocas e muita energia boa!” – Liana Alves – Unicred do Brasil

A cada workshop, uma egrégora diferente, muita energia sempre, mas cada grupo interage diferente e traz vivências e contribuições muito legais, tem sido um privilégio poder interagir e trocar tantas coisas boas com tanta gente que faz acontecer em suas áreas e não perde oportunidade de compartilhar.

TB

1

Workshop Toolbox Jogos 360° – Team Building Games

O foco e a proposta era debater oportunidades de uso, experimentar alguns jogos, conversar e debater. Os jogos foram fundo de cena, contextualizados pelas contribuições de cada um, mas o objetivo foi debater escolha, planejamento, execução e aprendizados.

Toolbox Jogos 360

  • O tigre e a cobra
  • 12345
  • Marshmellow Challenge ágil
  • Rolos da cobre
  • Boneco ágil
  • 123
  • Círculo de conselho
  • Identidade & datas especiais
  • Esquis
  • Micróbio e o dente

Eu levei dezenas de outros jogos engatilhados, mas fui propondo algo mais olho-no-olho, no círculo de conselho em 4 grupos estabeleceram suas maiores dificuldades e diziam muito mais respeito a comunicação e comprometimento inter-equipes.

“Curso de Team Building Games: aprender a jogar para ensinar #teambuilding #games #facilitacao #lovelearning Muito Obrigada pela generosidade Jorge Audy” – Camila Morales – UniRitter

“Muito bom! A tarde passou voando e eu sai cheia de ideias!” – Márcia Vargas

“Que tarde maravilhosa, muitas dinâmicas, trocas de experiencia e novas ideias para aplicar.” – Jonatan Aguiar – Compasso Tecnologia

“Sempre aprendendo muito com Jorge Audy” – Joice Schwank Hahn – Sicredi

“Eu sou suspeita pra falar …. adoro os Games, me apaixonei no primeiro Agile Games Night do TecnoTalks lembra! Temos que repetir !” – Fran Vareira – CWI

36374577_1725468437502357_2292654526152310784_o

FB_IMG_1529597311277.jpg

0

Primeira edição do Toolbox Wall para RH

Assim como o Wall construído pela manhã para a área da Educação, o turno da tarde reuniu no Café Coworking do TecnoPUC uma galera apaixonada pelo que faz, engajada em comunidade e muito pilhada em construir um Wall inspiracional.

Uma reunião em que a parceirona Andreza Rocha, protagonista em diferentes comunidades de RH e Tecnologia, muito se empenhou para trazer o máximo de profissionais que teriam muito a contribuir na construção da primeira versão do Wall de RH.

Uma tarde descontraída mas super focada materializou uma centena de técnicas, boas práticas, ferramentas, fruto de muito debate, seguindo a receita básica para brainstorming, trabalho em grupos, apresentação, clusterização, categorização progressiva, debate e fechamento.

  • Recrutamento
  • Desenvolvimento Humano
  • Gestão do Conhecimento
  • Indicadores
  • Ferramentas de RH

Durante esta semana o material será transcrito, um grupo público criado no Facebook e um documento será criado no Google Drive para permitir colaboração remota de todos para instigar a melhoria contínua.

Assim como na de Educação, acreditamos todos que o próximo passo presencial será iniciarmos Oficinas para disseminar, exercitar, debater as boas práticas que merecerem manter-se no Wall como sendo talentos do RH que queremos em todas as empresas.

Eu não posso deixar de incluir como registro desta tarde uma foto editada e compartilhada pela Helena Lazzaretti, uma obra de arte  \o/

A seguir uma transcrição com certa liberdade, extraída das fotos do mural criado durante o evento, lembrando que foi um primeiro passo e com meu viés e certa liberdade poética:

1. DESENVOLVIMENTO HUMANO

  • Programa coaching, mentoria ou padrinho
  • Auto-alocação / projeto por habilidades
  • Programa de apoio a certificações
  • Programa desenvolvimento de lideranças
  • Programa business partner
  • Universidade / escola corporativa
  • Desenho de serviços (pareto)

2. GESTÃO DO CONHECIMENTO

  • Programa de gestão do conhecimento e informação
  • Program de comunidades CoP / Meetups / GU
  • Programa de workshops, palestras, lightning talks
  • Art of Hosting ~ Open Space, world café, fishbowls
  • Programa de Dojos / Hack days / Hackatonas

3. FERRAMENTAS

  • Quadros Kanban
  • Power BI (ferramentas de BI)
  • Team building games
  • Programa de gamification
  • Wiki (repositório) para lições aprendidas
  • Ferramentas para auto-conhecimento (~ SWOT)
  • Ferramentas de apoio a planejamento a carreira (~ BMY)

4. INDICADORES

  • Metas e indicadores de RH
  • Machine learning / people analytics
  • Métricas de mercado (benchmarks) x organizacionais
  • Avaliação de desempenho continuada, 360º, OKR
  • Pesquisa de clima / satisfação
  • Incentivo a KPIs (Key Performance Indicator)
  • Incentivo a BSC (Balanced Score Cards)

5. RECRUTAMENTO

  • Pipeline visual de vagas a lotação
  • Programa Employer of Choice
  • Entrevistas significativas
  • Entrevistas coletivas (time demandante)
  • Triagem com contatos virtuais
  • Programa de feedback de entrevistas
  • Programa de mídias e redes sociais (facebook, linkedin, …)
  • Perfis holísticos (CHA + personas / mapa empatia)
  • Programas de seleção com eventos preparatórios
  • Programa de participação e apoio a eventos
  • Realização de eventos abertos de inbound / atração
  • Vídeo institucional com cases e depoimentos (storytelling)
  • Aproximação de universidades e faculdades
  • Aproximação de formadores de opinião
  • Programa de apoio / outplacement
0

Primeira edição do Toolbox Wall na Educação

Uma manhã de muita parceria, em um Sábado ensolarado, em que mais de uma centena de cards foram materializados em uma sequência de brainstorming, clusterização, debate, categorização e fechamento …

  • Dreyson Queiroz
  • Aline Zanin
  • Silvano Ozyrys
  • M Gloria Tassinari Yacoub
  • Aline Zanin
  • Taila Becker
  • Barbara Costa
  • Silvano Ozyrys
  • Bianca Costa
  • Aline Martins
  • Fabiane Castro
  • Miguel Matiolla
  • Jorge Audy

Um grupo muito afinado, desde as 09:00 do dia 23/06 empenhada para as 12:00 encerrarmos com a primeira versão de um Toolbox Wall para a Educação, onde aos poucos foi-se configurando as categorias abaixo:

  • Ambiente
  • Métodos
  • Técnicas
  • Oratória
  • Feedback
  • Tecnologia
  • Maker
  • Estudo de Casos
  • Pessoas
  • Teorias
  • Problematização
  • Expositivo-dialogado
  • Jogos
  • Arte
  • Gestão do Conhecimento

Os próximos passos serão a ativação de um grupo de interesse no FaceBook e a criação de um documento compartilhado no Google Drive a ser criado pelo Dreyson Queiroz para que seja possível colaborativamente transcrevermos todo o mural para um meio digital.

A seguir uma lista de tópicos que extraí das fotos, a totalidade está sendo transcrita de forma distribuída pela galera. Não houveram filtros nem revisões, foi uma versão Beta construída a partir de algumas horas de debate em grupo e clusterização:

1. Ambiente Físico

Sala de aula modificada (disposição)
Fundo de cena estático – paredes e côres
Fundo de cena dinâmico – aulas em imersão
Sala de aula como uma Startup (gestão visual)
Portfólio / mural
Exposições

2. Estudo de Campo

Estudos de casos
Estudo do Meio
Solução de problemas reais
Aulas abertas com palestrantes
Aulas abertas com alunos
Excursões
Visitas a empresas

3. Metodologias

Design Thinking (alunos)
Design Thinking (Professores)
Agile (SCRUM)
Agile (Kanban)
Art Of Hosting
Discussão Circular
Comunicação Não-Violenta
Dragon Dreaming
Teoria U (1 processo, 5 estágios)
Caórdico

4. Pessoas

Pequenos grupos
Atenção plena
Kairós
Educação Centrada no Aluno
IKIGAI
Inclusão
Tríade do Tempo
Pró-Action
World café
Open Space
Fishbowl
Lightning Talks

5. Teorias

Teoria de Ebbinghause
Behaviorismo
Cognitivismo
Construtivismo
Conectivismo
Taxonomia de Bloom
Maturana (Autopiesis)
Aprendizagem centrada na pessoa (Carl Rogers)
Abordagens Humanistas

6. Oratória

Storytelling
Psico-drama (interpretação)
Problem-Based learning

7. Feedback

Observação baseada em atitude
OKR estudantil
Feedback 360°

8. Learning 1, 2 e 3.0

Expositivo-dialogada
Seminário
Trabalho em grupo
Debate entre especialistas
Planejamento colaborativo
Proposta
Brainstorming

9. Jogos

Icebreakers
Warm ups
Jogos pedagógicos (conteúdo)
Agile Games
Extraordinaries Design Studio
Charetting

10. Artes

Biodança
Teatro
Cinema
Música
Desenho
Literatura
palhaçaria

11. GC

Toolbox Wall
Redes sociais
Material do professor online
Material do aluno-professor
Base de conhecimento digital

0

TecnoTalks – Data Science, BI, OI, Machine Learning e outras paradas

A seguir o vídeo do TecnoTalks sobre BI que rolou no dia 02/05/2018 as 19:00 na sala 204 do prédio 99A do TecnoPUC, um bizu 360° sobre o tema, iniciando com o Sergio Adriano Blum desmistificando o primeiro passo usando a plataforma Azure, o irreverente guru Fabio de Salles sacudindo a árvore de conceitos sobre o tema, o Cristofer Weber do Sicredi falando sobre modelos preditivos, um papo didático com o prof Diógenes de SP, fechando com o Brito mostrando com maestria o passo a passo de projetos desta natureza e variados cases de sua empresa.

A seguir os links para os linkedins dos palestrantes e uma breve apresentação do que temos nas duas horas e meia do vídeo acima:

Sérgio Adriano BlumTeve a responsa de abrir o evento e o fez com maestria, desmistificando os primeiros passos ao mostrar um passo-a-passo na plataforma Azure para a criação de um Data Lake e a demonstração de um processamento de imagens com alguns poucos clicks. Atua como instrutor, gestor de projetos e consultor em Tecnologia da Informação pela White Cube. Atua como desenvolvedor e arquiteto de soluções de Business Intelligence, Business Analytics e Big Data, em diversas tecnologias e cenários empresariais. Realizou inúmeros projetos de implantação e migração, possuindo conhecimento em toda plataforma de Dados da Microsoft, OnPremises e Azure. É graduado em Administração de Empresas com Ênfase em Análise de Sistemas pela PUC-RS.

Fábio de Salles (SP)Desde SP, via HangOut Google ele propôs desistirmos da Inteligência de Negócios e Sejamos Felizes! BI existe há décadas, e até hoje sofre dos mesmos problemas que sofria em sua aurora: projetos falham, usuários abandonam, envolvidos frustram-se. Chega. Inteligência de Negócio não está entregando suas promessas. Veremos porque e entenderemos a relevância do conceito de Operational Intelligence. O Fábio se auto-define como um profissional pró-ativo, curioso, otimista, um trabalhador de grupo e ansioso para deixar a sua marca neste mundo, seja como um bom profissional em qualquer uma das suas áreas de conhecimento, paixões (BI, FLOSS, Física, Ensino, Escrita) ou como um parceiro em conquistas relevantes.

Cristofer WeberO valor da Ciência de Dados entregue em software e seu caminho até a produção. Um pouco sobre como entrega resultados em projetos analíticos com ênfase em modelos preditivos. Projetos de Ciências de Dados não se encerram na criação de modelos de Machine Learning; ainda há um longo caminho até a entrega de valor. E, uma vez publicados, não podemos deixar de acompanhar de perto os seus resultados. O Cristofer é Cientista de Dados na Plataforma Digital do Sicredi e professor na Especialização em Data Science e Big Data da UniRitter. Mestre em Ciência da Computação pela PUC-RS na área de Inteligência Computacional, e pós-graduando em Métodos Quantitativos pela mesma instituição.

Prof. Diógenes Justo (SP)Um bate-papo didático sobre as bases conceituais e tecnológicas do BI. O Prof Diógenes questiona em seus artigos e experimentos recentes: Imagine se pudéssemos utilizar nossos conhecimentos para mudar o mundo a nossa volta? E que tal se pudéssemos ver a integração entre o mundo acadêmico e o mundo real como forma de resolução de problemas? Colocar alunos em contato com profissionais de mercado para aplicar seus conhecimentos e desenvolver ambos através de novas experiências? Um ambiente de competição para desenvolvimento de modelos de previsão desafiadores.

Gustavo Assis BritoUma visão pragmática, o Gustavo apresentou sua experiência prática nas diferentes fases em um projeto de Data Science, ingestão de dados, desenvolvimento, alguns cases práticos, como em contencioso juridico, riscos e fraude, entre outros. Ele é especialista Oracle Middleware e administração de Infraestrutura Fusion Middleware. MBA em Gestão, Empredorismo e Marketing pela PUCRS com 30 certificações em Tecnologia. Fundou a GAVB SOLUÇÕES EM TI com ênfase em Data Science e Big Data, Inteligência Artificial e soluções de Analytics para grandes corporações, como SHELL, Amil, Rumo, Oi, etc.

Prof. Grimaldo Lopes de Oliveira (BA) Uma série de problemas técnicos iniciais inviabilizou a participação do Prof Grimaldo, que deixou ela gravada em vídeo e abaixo está compartilhada. Mais de 20 anos de experiência na área de TI, como conbsultor, GP e na gestão de equipes. Experiência em administração de ambiente de redes de computadores, incluindo as áreas de infra-estrutura de redes, software básico (sistema operacional), segurança, banco de dados e suporte às equipes de desenvolvimento de sistemas.

1

28/03/2018 – TecnoTalks debateu a TI Bi-Modal

O evento foi proposto para entendermos o que é a TI Bi-Modal, o momento e quais os cenários evolutivos, porque “pedras que rolam não criam limo” e a evolução ou transmutação de tudo é inevitável … para melhor. Os modelos de Pace Layered e TI Bi-Modal do Gartner podem ter contribuído para quebrar o gelo, mas anos se passaram e o mundo mudou.

http://www.gartner.com/it-glossary/bimodal/

O Gartner previu e acertou que até 2017 mais de 75% das grandes empresas estariam trabalhando em uma TI Bi-Modal, equalizando projetos de registro, conhecidos e previsíveis, de outros com inovação. De certa forma, poderíamos dizer que no modelo o Gartner revisitou o conceito de exploration e exploitation, domínio e disrupção.

A seguir um trecho gravado e transmitido pelo Jonatan Aguiar durante o debate e algumas fotos. Foram 320 inscritos e em torno de 200 presentes. O facebook dos debatedores são Eduardo Meira Peres, Luiz Claudio Parzianello, Rafael Prikladnicki, Paulo Caroli, Marco Migliavacca, Karina Kohl e Annelise Gripp.

Como todo TecnoTalks, uma equipe trabalhou para que acontecesse, como a Claudia Dos Santos Flores, Andreza Deza Deza, Dreyson Queiroz, Profª Alessandra C S Dutra, Profª Aline de Campos e outros que ajudaram curtindo, sugerindo, apoiando, votando, compartilhando, sem isso tudo não teriamos mais de 60 dias de eventos TecnoTalks desde 2012.

0

28/03/18 as 19:00 tem TecnoTalks sobre Bi-Modal

Vamos debater o conceito, o contexto e a evolução da TI Bi-Modal do Gartner com uma mesa e tanto, inclusive você, porque vamos reservar um tempo para as perguntas mais relevantes propostas pela galera.

Qual o papel desempenhado até aqui pela Bi-Modal, qual o status quo hoje, cenários e quais os próximos passos. Uma visão 360º de mercado, das organizações e profissionais envolvidos em projetos e equipes.

Inscrições em http://bit.ly/tecnotalks-bimodal

Em 2016 questionei um provável equívoco, consciente ou inconsciente – https://jorgeaudy.com/2016/07/27/pulo-do-gato-ou-equivoco-da-ti-bi-modal-do-gartner/, mas isso é passado, hoje temos mais, creio que seja um Agile Multimodal \o/ Porque independente do seu processo de trabalho, Lean Thinking, com ciclos iterativo-incrementais-articulados, auto-organização, gemba, kaizen, poka-yoke, etc.

Agile Multimodal remetendo não a método ou framework, mas a princípios. A meu ver estamos imersos em conceitos de Transformação Digital, de Organizações Exponenciais, Indústria 4.0, Management 3.0, Agile Transformation, neste contexto sobra pouco espaço para um Modo #1 ainda em waterfall (sem iterações), centrado na TI e convencionalmente hierárquico … correto?